RENAULT Concept car INITIALE PARIS – A arte de viajar em primeira classe

0

O concept-car Initiale Paris, revelado no Salão de Frankfurt de 2013, prefigura o sucessor do Renault Espace e reafirma as ambições da marca no universo premium.

Concept-car Initiale Paris, a 6ª pétala da estratégia de design da Renault

A estratégia de design da Renault, baseada no ciclo de vida, representa as várias experiências dos seus clientes: apaixonar-se, a descoberta do Mundo, fundar uma família, o trabalho, o lazer e a maturidade. Esta estratégia apoia-se numa linguagem estilística emocional e, ao mesmo tempo, simples e sensual.

Love: A vida começa quando nos apaixonamos. A etapa fundadora ilustrada pelo DeZir.

Explore: Chega o momento de explorar o Mundo a dois com o crossover Captur.

Family: Depois é o tempo de criar uma família, simbolizado pelo monovolume R-Space.

Work: A vida é, também, feita de actividade profissional com o utilitário Frendzy e verdadeiros momentos de prazer e de lazer.

Play: Para aproveitar o bom tempo, os concepts car Twin’Z e Twin’Run entram no jogo.

Wisdom: E, um dia, todos aspiram à serenidade e poder aproveitar a vida em pleno. O concept-car Initiale Paris ilustra a abertura de espírito, os prazeres e as sensaçõesassociadas a um automóvel premium.

 

"Wisdom" é a sexta pétala desta estratégia, dada a conhecer no Salão de Frankfurt.

Representado pelo Initiale Paris, simboliza a abertura de espírito para aproveitar plenamente a vida tirando partido das sensações e do prazer. Foi com espírito que os designers da Renault conceberam o Initiale Paris, uma experiência inédita de viagem em primeira classe com todas as emoções que a marca lhe pretende associar.

Uma silhueta fluida e robusta, um interior high tech e evolutivo

"O concept car Initiale Paris convida a descobrir o melhor da Renault. O Estilo e as inovações servem o prazer dos sentidos". François Leboine – Designer do Initiale Paris

Design exterior: fluidez e força, cor e luz

Com um comprimento de 4,85m, o Initiale Paris é um automóvel estatutário mas sem excessos, que promete espaço a bordo exprimindo em simultâneo:

  • o dinamismo de uma berlina,
  • o carácter de um SUV,
  • e a luminosidade de um monovolume.

As linhas fluídas e contemporâneas do concept-car inspiram-se, ao mesmo tempo, nos códigos da arquitectura e da aeronáutica, dois domínios que aliam robustez e leveza, duas propriedades por vezes antagónicas. Em termos gráficos, a união entre robustez e leveza materializa-se também pela repetição de um tema gráfico em diferentes elementos do automóvel. Esta composição – feita de losangos sobrepostos – recupera o espírito e o desenho de uma estrutura em formato de colmeia e é visível na parte exterior da grelha, nas jantes e nos flancos.

A carroçaria do concept car da Renault é de cor Ametista com variantes que vão do preto metalizado profundo ao violeta luminoso através das alterações de luz e ângulos de visão. Uma pintura que joga com a variedade dos seus reflexos, como uma vitrina de uma joalharia o faria para colocar em evidência uma jóia. A letra "I" de Initiale Paris surge nos flancos e nas jantes da viatura.

Os blocos ópticos, de tecnologia full LED, dotam o concept-car Initiale Paris de uma assinatura luminosa exclusiva. À frente, a luz diurna desenha um parêntesis em cada projector. Atrás, os faróis posicionam-se de forma harmoniosa verticalmente e horizontalmente face à carroçaria. A visão para a traseira é assegurada por cameras de pequena dimensão que substituem os retrovisores exteriores.

Design interior: luz, espaço e tecnologia

O acesso ao interior do veículo faz-se pela abertura das portas antagonistas e pelo rebaixamento de um degrau motorizado. A sugestão do prazer exclusivo de uma viagem a bordo de um jet privado concretiza-se com a forma dos bancos das duas primeiras filas, através da alavanca da caixa de velocidades estilizada e pelas guias luminosas que percorrem o habitáculo recordando, no interior, as formas do exterior.

Os bancos "grande conforto" das duas primeiras filas, sem ligação vertical com o piso, parecem flutuar no habitáculo. Este efeito aéreo é reforçado pela articulação da ligação das costas do banco ao assento, que deixa passar a luz entre ambos.

O painel de bordo alia a nobreza da madeira mate à tecnicidade do alumínio. O condutor dispõe de uma instrumentação de linhas simples e de uma consola central sem montantes laterais, que se insere no habitáculo como uma ponte que liga o túnel central ao painel de instrumentos. Esta consola acolhe dois ecrãs com vídeos e informações sobre os pontos de interesse na cidade. Estes ecrãs estão integrados na superfície e na curva da consola, parecendo fundir-se com o revestimento em madeira.O original banco da terceira fila, totalmente composto por lamelas móveis independentes e animadas
permite combinações de utilização inéditas: costas totalmente ou parcialmente rebatidas ou formar apoios de braço para separar os ocupantes…

Mas, viajar pode ser também um estado de alma. No concept-car as variações em redor da luz e dos seus ambientes associados acompanham as mudanças de ritmo da viagem. De dia, a luz natural difundida pelo prisma do tejadilho permite um jogo de sombras sempre em movimento. De noite, as fontes de luz difundem um suave ambiente nocturno para todos os ocupantes. Por cima dos instrumentos, uma sucessão de linhas luminosas ilumina-se e apaga-se ao ritmo da progressão do automóvel.

Initiale Paris : uma qualidade acústica inédita

Para que a música e o som aumentem o prazer da viagem, a acústica foi particularmente trabalhada. Neste domínio, o Initiale Paris propõe a todos os ocupantes uma experiência totalmente inédita.

A Renault convidou a BOSE®, parceira desde 2008, para conceber um sistema áudio "por medida". Voluntariamente discreta e totalmente integrada, a instalação acústica desenvolvida pela BOSE ® reflecte a simplicidade e a elegância do Initiale Paris. O desafio técnico aceite pela BOSE® antecipa a chegada, em breve, do som Surround à gama Renault, com um resultado sonoro envolvente e realista como o de um concerto ao vivo.

BOSE & INITIALE PARIS: A emoção sonora por medida

Trinta e dois altifalantes equipam o Initiale Paris, dos quais duas caixas de graves integrados. Os sons graves, médios e agudos são tratados de forma separada por altifalantes específicos pilotados por um amplificador numérico que gere o sinal segundo as especificidades acústicas do habitáculo.

Oito colunas exclusivas Personal Surround® – Cada par de colunas, instaladas nos apoios de cabeça, é composto por dois altifalantes dirigidos apenas para um passageiro. Esta concepção única possibilita uma zona sonora individual de 360º para cada lugar e os passageiros são envolvidos pelo som Surround como se estivessem no centro da música.

Sete colunas bass-reflex BOSE® – As sete colunas de 2 litros foram concebidas e desenvolvidas pela BOSE® exclusivamente para as necessidades do Initiale Paris. Cada coluna bass-reflex BOSE® é composta por um altifalante de altas performances de 100mm, associado a um tweeter muito preciso de 36mm para a restituição dos agudos. Uma das colunas está integrada no painel de instrumentos em posição central de forma a assegurar a estabilidade do som em todos os lugares.

Duas caixas de graves integrados – Para a restituição dos graves no habitáculo, a BOSE® utilizou duas caixas de graves repartidas à frente e atrás no habitáculo:

  • uma caixa de graves de 4 litros colocada sob o painel de instrumentos,
  • um altifalante de 200mm numa caixa bass-reflex de 25 litros integrado na porta da bagageira.

Esta configuração oferece um alto nível de performances nas baixas frequências.

Uma amplificação que oferece som Surround® – Um amplificador numérico de 12 canais com sistema de tratamento numérico do sinal Bose e 12 canais de equalização individualizada pilotam a instalação. O amplificador integra o tratamento do sinal Centerpoint® para tirar partido do som Surround Bose®, incluindo a partir das fontes estéreo (CD e MP3), em todos os lugares do habitáculo.

Um novo conceito de motor ainda mais eficiente

Tendo por base o motor Energy dCi 130, os engenheiros da Renault criaram um concept motor com um binário superior (até 400Nm) numa faixa de utilização alargada. Este motor integra toda a tecnologia da Renault e explora novas vias para reforçar ainda mais a sua eficiência.

  • Downsizing: fiel à sua estratégia de downsizing, a Renault associa o prazer de condução aos baixos consumos com base em blocos de cilindrada reduzida particularmente eficientes.
  • EDC: a transmissão automática EDC (Efficient Dual Clutch) de seis relações traz conforto e reactividade, com um consumo reduzido.

Através deste novo conceito de motor, a Renault explora duas novas direcções:

  • A tecnologia twin-turbo: um pequeno turbo de baixa inércia é dedicado aos baixos regimes, enquanto que um segundo turbo faz a transição para os altos regimes. O elevado binário está rapidamente disponível (90% do binário está disponível a partir de 1500 rpm).
  • O comando Shift-by-Wire para a caixa EDC: esta solução, retirada da Fórmula 1, favorece a precisão e a suavidade dos comandos com vantagens adicionais em termos de design : a alavanca da caixa é mais fina e não existe a necessidade de dissimular cabos no habitáculo.

Uma derradeira particularidade deste concept motor é a utilização de pistões em aço – que têm menor dilatação que os pistões em alumínio – para reduzir as vibrações e assim reduzir os consumos. Para aligeirar ao máximo o peso, os pistões em aço são ocos e com um design igual ao dos pistões do motor de Fórmula 1 da Renault.

Com um comprimento sensivelmente equivalente ao de um Grand Espace, o concept car Initiale Paris apresenta um ganho de massa de cerca de 250kg quando comparado com este último.

Este concept-motor oferece uma redução de 40 gramas em termos de emissões de CO2/km, ou seja uma poupança de 25% no consumo de combustível quando comparado com um motor diesel equivalente.

Assinatura "Initiale Paris", a arte da viagem segundo a Renault

Para além do concept car, a assinatura « Initiale Paris » materializa também a visão da Renault sobre o que é para si um modelo premium. Com o conceito Initiale Paris, a Renault quer oferecer aos seus clientes um automóvel premium que representa o melhor da marca e uma experiência inédita da arte de viajar.

O conceito « Initiale Paris » pretende propor uma experiência emocional e autêntica que apela a todos os sentidos:

Sedutora, o estilo irá apelar à emoção. Os produtos com a assinatura Initiale Paris irão oferecer materiais e acabamentos de elevada qualidade, um ambiente acústico e térmico de topo e um nível tecnológico high tech discreto e útil.

Viva, irá apoiar-se no compromisso da Renault em facilitar a vida dos seus clientes através da inovação e da generalização das tecnologias centradas na utilização e no conforto. Tal irá passar também por motores que privilegiam o prazer de conduzir e o respeito pelo ambiente.

Atenta, terá disponível serviços específicos para reforçar a proximidade com os clientes e a sua paz de espírito.

O Salão de Frankfurt 2013 materializa a intenção da Renault em fazer valer o seu lugar no segmento premium. Marca o compromisso da marca em conquistar o seu lugar, com método e de forma diferenciada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.