Joaquim Rocha fecha época de estreia e fica próximo do pódio na Taça de Portugal

0
  • Piloto de Paredes foi quarto classificado no Kartódromo Internacional de Leiria

Depois de ter vencido corridas na sua primeira época no Campeonato de Portugal de Karting, Joaquim Rocha estreou-se, no passado fim de semana, numa nova competição, nomeadamente na Taça de Portugal de Karting, emblemática prova do panorama nacional. O piloto de Paredes esteve em bom plano no Kartódromo Internacional de Leiria, já que apesar de ter sempre como objetivo aprender e desfrutar de um desporto de que gosta muito, conseguiu o quarto lugar na categoria X30 Super Shifter Gentleman.

Joaquim Rocha foi um dos ‘rookies-sensação’ do Campeonato de Portugal de Karting em 2021, conseguindo um lugar no top-3 da competição, apesar de não ter qualquer experiência prévia no Karting ao mais alto nível. No passado fim de semana, no Kartódromo Internacional de Leiria, numa pista onde obteve a primeira vitória da sua carreira, no passado mês de maio, Joaquim Rocha voltou a mostrar o seu valor na carismática Taça de Portugal de Karting, considerada a prova-rainha da modalidade no nosso país, sendo um evento em que a categoria X30 Super Shifter foi reforçada por alguns pilotos que não tinham disputado o Campeonato de Portugal de 2021.

No sábado, o piloto de Paredes concluiu o dia com o terceiro lugar da categoria X30 Super Shifter Gentleman após as mangas de qualificação, mostrando que estava com um bom andamento, apesar da forte e experiente concorrência. No domingo, Joaquim Rocha começou por obter o terceiro posto da categoria durante a Pré-Final e depois terminou a corrida decisiva no quarto lugar da classe Gentleman, a escassos 0,8s de um lugar no pódio. Mas o seu objetivo foi cumprido: aprender mais.

“Foi um fim de semana duro, não só porque a pista de Leiria é uma das mais técnicas do calendário, mas também pela concorrência que esteve bastante forte”, referiu Joaquim Rocha. “Infelizmente, não tive disponibilidade para treinar antes da prova e isso notou-se ao longo do fim de semana. Terminei próximo do pódio, mas um dos pontos mais positivos desta Taça de Portugal de Karting foi a minha estreia a correr pela equipa Motocane. O ambiente na Motocane é fantástico e é uma verdadeira equipa de competição, que me pode ajudar a evoluir. Foi o culminar de uma época e uma experiência no Karting muito bonita para mim. Os resultados em pista são sempre importantes, mas aquilo que realmente me deixou feliz foi a oportunidade de poder estar neste desporto e entre amigos. Quero continuar a aprender e espero voltar a competir. E agradeço à minha esposa por me apoiar, pois sem ela não teria sido possível viver esta experiência”, afirmou o piloto de Paredes, sempre com o seu característico ‘fair-play’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.