Toyota conquista o título mundial na nova era dos hipercarros

0

A TOYOTA GAZOO Racing fez história no mundial de resistência da FIA (WEC – World Endurance Championship) ao conquistar o título mundial na nova era de hipercarros. Com uma “dobradinha” nas 6 horas do Bahrain, a Toyota torna-se campeã mundial de equipas, enquanto o título de pilotos continua em aberto entre as duas tripulações dos Toyota GR010 HYBRID com os números 7 e 8. Tudo será decidido na próxima corrida de 8h, novamente no Bahrain, a 6 de novembro.

30 de outubro 2021 – Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López venceram a penúltima corrida do Campeonato Mundial de Resistência da FIA de 2021 (WEC) no seu GR010 HYBRID #7. Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima e Brendon Hartley completaram um resultado perfeito para a equipa, terminando com o Toyota híbrido #8 em segundo lugar.

Em condições atmosféricas desafiantes devido ao intenso calor, mecânicos, engenheiros e pilotos trabalharam arduamente para ganhar o quarto Campeonato Mundial da TOYOTA GAZOO Racing no WEC e o seu terceiro campeonato consecutivo. Esta vitória também permitiu manter o recorde de 100% de vitórias em 2021 do novo hipercarro GR010 HYBRID, quando resta apenas uma corrida para o final da época.

Com o campeonato de equipas entregue à Toyota, o foco muda agora para a luta pelo título de pilotos na derradeira corrida já no próximo fim-de-semana. A tripulação do Toyota #7, que venceu em Le Mans, deu um passo importante para conseguir o Campeonato Mundial que ganhou no Bahrain há 12 meses. Esta sua terceira vitória da época aumenta a sua vantagem sobre a tripulação do Toyota híbrido #8 para 15 pontos.

Resumo da Prova
A competição entre as duas tripulações aos comandos dos dois GR010 HYBRID foi intensa durante toda a corrida. Quando a prova começou, Sébastien Buemi, no Toyota #8, segurou a vantagem da pole position, mas Mike Conway, perseguiu-o durante a primeira parte da prova e rodaram separados por menos de um segundo durante os primeiros 45 minutos.

Ambos os Toyota alternaram a liderança, durante bastante tempo, até que o Toyota híbrido #7 manteve a liderança, sofrendo menos da degradação dos pneus. Algo que todos os hipercarros enfrentaram durante a corrida.

A meia distância, José María López liderava, a apenas 10 segundos de Sébastien Buemi, mas a batalha tomou um rumo decisivo após quatro horas, quando o Toyota #8 se atrasou numa mudança de pneus e caiu para terceiro. Embora Brendon Hartley tenha ultrapassado rapidamente o Alpine, para recuperar o segundo lugar, estava já a 40 segundos de Kamui Kobayashi.

Os GR010 HYBRID mantiveram o seu ritmo na frente e Kamui Kobayashi estava ao volante do vitorioso carro #7 quando atravessou a meta, após 185 voltas. Kazuki Nakajima terminou 51,401segundos depois, conseguindo a dobradinha da Toyota.

Mal terminaram a prova de 6 horas, a equipa começou de imediato os preparativos para a próxima corrida na mesma pista, mas desta vez de 8 horas e que terá lugar no sábado 6 de novembro, terminando a época de 2021 do WEC e decidindo o Campeonato Mundial de Pilotos.

Resultados nas 6 Horas do Bahrain:
1º: #7 TOYOTA GAZOO Racing 185 voltas
2º #8 TOYOTA GAZOO Racing +51.401segundos
3º #36 Alpine (Negrao/Lapierre/Vaxivierre) +1 volta
4º #31 Team WRT (Frijns/Habsburg/Milesi) +5 voltas
5º #28 JOTA (Galael/Vandoorne/Blomqvist) +5 voltas
6º #38 JOTA (Gonzalez/Da Costa/Davidson) +5 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.