Dunlop garante quinto título consecutivo no Mundial de Motocross Feminino

0
  • Courtney Duncan coroada Campeã do Mundo de Motocross Feminino
  • Pneus Dunlop escolhidos por 9 das 10 últimas campeãs do WMX
  • Primeiro e terceiro lugares no campeonato para a Dunlop


A Dunlop venceu o seu quinto título consecutivo no Campeonato do Mundo de Motocross Feminino (WMX) da FIM no passado Sábado, quando a piloto neozelandesa Courtney Duncan foi coroada campeã pela terceira vez em igual número de anos.

A Dunlop é, agora, a escolha de nove das dez últimas campeãs do WMX, incluindo Courtney Duncan, que venceu com a Kawasaki em 2019, 2020 e 2021, e a piloto italiana Kiara Fontanesi, que foi campeã em 2012, 2013, 2014, 2015, 2017 e 2018.

Tal como na classe de topo MXGP, e na categoria MX2 destinada às estrelas em ascensão, as equipas de WMX parceiras da Dunlop tem a acesso a uma gama de pneus Dunlop Geomax para motocross. E na qual se inclui o Geomax MX33, um pneu concebido para pilotos de motocross de todos os níveis, e destinado a ser utilizado num amplo leque de pisos, da areia as superfícies intermédias.

Este ano, Courtney Duncan, de 25 anos, venceu as rondas levadas a cabo na República Checa, Turquia e Espanha, e terminou no pódio e 11 das 12 mangas. Igualmente pilotos da Dunlop, Shana van der Vlist e Kiara Fontanesi também venceram uma ronda cada, o que significa que os pneus Dunlop conquistaram 5 de 6 vitórias possíveis em 2021.

Eddy Seel, Líder de Eventos de MXGP da Dunlop: “Parabéns a Courtney, pela sua terceira vitória consecutiva no campeonato de WMX. Teve mais uma época com uma performance consistente e ritmo para vencer corridas, pelo que merece plenamente esta vitória. Estamos orgulhosos do historial da Dunlop neste campeonato cada vez mais competitivo, com nove dos últimos dez títulos mundiais a serem ganhos com pneus Dunlop. Este ano, Courtney Duncan e Kiara Fontanesi terminaram nos primeiro e terceiro lugares do campeonato, e as nossas pilotos venceram praticamente todas as rondas”.

Enquanto que a época de WMX chegou ao fim, a campanha do Campeonato do Mundo de Motocross (MXGP) da FIM ainda segue a todo o vapor. Com quatro rondas por disputar, o piloto da Dunlop Romain Febvre, que defende as cores da equipa Monster Energy Kawasaki Racing Team, é segundo na classificação geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.