Azar condiciona prestação de Manuel Santo no Algarve

0

Começou bem o fim-de-semana de Manuel Espirito Santo no Autódromo do Algarve onde decorreu a terceira jornada do Campeonato de Fórmula 4 Espanhol, mas o azar acabaria por bater à porta do piloto português e as duas últimas corridas do fim-de-semana ficaram condicionadas. Conseguiu assim o oitavo lugar na primeira corrida depois de ter rodado no quinto posto grande parte do tempo, na segunda prova foi 22º depois de ter sido forçado a uma entrada na boxes e na terceira um toque obrigou ao abandono.

Concluído o fim-de-semana fica o saldo positivo da primeira corrida: “Não fui feliz nas qualificações. Não usei pneus novos nos treinos e depois na qualificação tive de aprender o comportamento do carro. Arranquei de 10º para a corrida 1, subi logo para oitavo e consegui chegar a quinto. Estava bem posicionado para passar para quarto, mas um toque de um adversários fez-me entrar em pião e cair para oitavo. Apesar de tudo fiquei contente porque estava com um óptimo andamento”.

Na segunda prova também arrancou de 10º: “E tentei ganhar posições no arranque, mas um adversário bateu-me e partiu-me a asa dianteira. Tive de entrar nas boxes para substituir e o tempo perdido não me permitiu protagonizar qualquer recuperação. Acabei por ficar em 22º”, continuou o piloto que foi acompanhado de perto por Pedro Lamy que o orienta na sua evolução enquanto piloto.

A largar da sexta posição para o derradeiro confronto do fim-de-semana, Manuel Espirito Santo depositava nesta corrida a esperança de chegar ao top 5: “Mas não estava destinado. Mantive o sexto lugar no arranque e a meio da corrida, quando disputávamos posições, um adversário foi optimista demais a querer passar todos de uma vez e entrámos na curva, quatro carros, lado a lado. Acabou mal para mim que fiquei sem asa da frente e tive de abandonar. Foi duro ver o fim-de-semana condicionado por terceiros!”, referiu frustrado o jovem piloto de 17 anos.
Termina a terceira jornada mas Manuel Espirito Santo sabe que tem andamento para fazer mais e melhor: “Não tive a sorte do meu lado, mas há mais campeonato pela frente…”, rematou.

A próxima jornada decorre a 31 de Julho e 1 de Agosto no circuito espanhol de Motorland em Aragon.

Manuel Espirito Santo protagonista de excelente corrida no Algarve

O oitavo lugar conseguido na primeira corrida de Formula 4 Espanhola no Autódromo Internacional do Algarve não espelha a excelente corrida que Manuel Espirito Santo protagonizou esta tarde. A sair da 10º posição da grelha, fez um excelente arranque que lhe permitiu assegurar de imediato o 8º lugar. Viria a recuperar até ao quinto posto quando na última volta, a tentar passar para quarto, um toque o fez entrar e pião e perder três posições.

O top 5 ambicionado pelo piloto para este fim-de-semana era uma realidade logo na primeira corrida e o facto de se ver impossibilitado deixa um ligeiro amargo de boca: “Foi uma corrida muito disputada e exigente. Comecei com um bom arranque o que ajudou. Estive bastante tempo na oitava posição mas sempre com um andamento muito forte. Consegui depois chegar ao quinto posto e na última volta tinha hipótese de passar para quarto mas um toque fez-me fazer um pião. Consegui, ainda assim terminar em oitavo. Fico com um sentimento ‘agri-doce’. Mas as corridas são mesmo assim e amanhã tenho mais duas e a sair do sexto lugar pode ser que corra tudo melhor”, referiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.