Campeonato de Portugal de Velocidade Legends com corridas animadas no Estoril

0

Paulo Vieira venceu a segunda prova dos Legends no Estoril Super Racing Weekend

A primeira corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade Legends disputada ontem no Autódromo do Estoril, terminou de forma abrupta com uma bandeira vermelha provocada pelo rebentamento de um pneu do Ford Sierra RS500 de Luís Barros. A decisão da direção de prova em dar por terminada a corrida verteu a favor do piloto do Sierra, que assim venceu a prova

A segunda corrida foi bem diferente, sem intervenção do “Safety Car” e sem a companhia da chuva que caiu da parte da manhã no traçado da costa do Estoril. Luís Barros saiu da “pole position” e controlou Hugo Mestre (BMW 320d) e o Volvo de Filipe Matias até que o Sierra decidiu amuar e pregar a partida ao piloto da VLB. Forçado a abandonar e a depositar o Ford Sierra RS500 fora da pista, Luís Barros viu o BMW M3 de Paulo Vieira saltar para a primeira posição entre os Legends.

Mais atrás a luta aumentava de intensidade entre os BMW M3 de Joaquim Soares e António Barros, com a arbitragem de um surpreendente Eleutério Duarte, ao volante de um muito bem preparado Renault Clio ex-troféu.

O microclima do Estoril acabou por fazer mal a alguns dos carros do Campeonato de Portugal Legends: António Sarabando (Peugeot 306 GTI) não co0nseguiiu tomar parte na corrida, enquanto que Fernando Carvalho (Citroen Saxo VTS) foram forçados a abandonar a corrida.

Contas feitas às classes, vitória nos L90 para Sérgio Pinto seguido por Marco Basílio e António Conceição. Nos L1600 vitória para Artur Monteiro (Citroen Saxo). Nos L99, triunfo de Paulo Vieira (BMW M3) seguido dos BMW M3 de Joaquim Soares e António Barros. Ficaram, depois, Tiago Ribeiro (Honda Integra Type R), o Volvo 850 Estate de Nuno Figueiredo e o Renault Clio 1.8 16V de Paulo Ferraz. Nos L2000 Vitória para Tiago Ribeiro em Honda Integra Type R.

A próxima prova do Campeonato de Portugal de Velocidade Legends realiza-se em Braga nos dias 11 e 12 de setembro.

Hugo Mestre igualou Manuel Fernandes e ganhou a segunda corrida dos Superchallenge no Estoril Super Racing Weekend

A segunda corrida do Superchallenge inserida no programa do Estoril Super Racing Weekend não foi muito diferente da primeira realizada no dia de ontem no Autódromo do Estoril. Mudou o piloto do BMW 320d ganhador, com Hugo Mestre ao volante a conquistar mais uma vitória com uma boa vantagem para o vencedor da categoria Trophy, João Luís e o seu fantástico Renault Spider.

Os ares do Estoril não fizeram bem a uma quantidade inusitada de carros: Hélder Moura (Volvo S60) não deu sequencia à boa estreia do carro, Rui Ribeiro também não levou para a pista o seu Honda Civic Type R, o mesmo acontecendo a João Vieira (BMW 320i) e Vasco Barros (Mercedes 190 2.3 16V).

Quando o Volvo de Filipe Matias abandonou a corrida, já Hugo Mestre estava destacado na liderança do Superchallenge e da classificação geral. Destaque para o pião de Luís Império (BMW 320iS) na saída da variante e para a excelente corrida que estava a fazer Eleutério Duarte (Renault Clio Trophy), cerceada devido a problemas mecânicos.

Hugo Mestre venceu à geral e na categoria Super Trophy, acompanhado pelo Honda S2000 de André Tavares e Miguel Mota e pelo Volvo 850R de Miguel Matias. O Renault Spider de João Luís levou de vencida o BMW 320iS de Luís império e o infeliz Renault Clio RS de Eleutério Duarte nos Trophy. Finalmente, nos Superturismos, vitória de Ricardo Leitão na frente de Vicent Lbeden, ambos em Honda Civic Type R.

Próxima prova do Superchalenge será em Braga nos dias 11 e 12 de setembro

Luís Barros vence primeira prova do Estoril dos Legends

A primeira corrida dos Legends, disputada hoje no Autódromo do Estoril, englobada no Estoril Super Racing Weekend, conheceu forte animação e muito drama. Vasco Barros (Mercedes 190 2.5 16) rubricou a “pole position”, mas problemas mecânicos nem o deixaram entrar em pista. Com dificuldades no caprichoso Ford Sierra RS 500 durante a qualificação, Luís Barros não registou um tempo e saiu da última posição da grelha de partida.

Assim que os semáforos vermelhos se apagaram, o piloto do Ford Sierra começou a trepar na classificação, sendo interrompido por um “Safety Car” necessário para retirar o Honda Civic de Vincent Lebdan de uma posição perigosa.

A corrida recomeçou após três voltas e Luís Barros deu expressão à superioridade do Ford Sierra RS500 reclamando a primeira posição, passando por Manuel Fernandes (BMW 320d). Mas o drama ainda não tinha acabado e a poucos minutos do fim da corrida, um pneu traseiro do Sierra explodiu e fez sair a bandeira vermelha.

A prova foi dada como terminada e, como sempre sucede, a classificação final da corrida reporta à volta anterior á bandeira vermelha. Contas feitas, apesar do incidente, Luís Barros venceu a corrida.

Contas feitas, Luís Barros ganhou a L90 e Sérgio Pinto (Honda Civic) venceu a L90-1600, Paulo Vieira (BMW M3) foi o melhor dos L99 e Artur Monteiro (Citroen Saxo) liderou nos L99-1600. Tiago Ribeiro levou o seu Honda Integra Type R à vitória nos L99-2000.

Manuel Fernandes ganhou nos Superchallenge

O Superchallenge realizou a primeira corrida da segunda jornada incluído no Estoril Super Racing Weekend, com Manuel Fernandes (BMW 320d) a ser o melhor e o primeiro do Super Trophy, na frente de Filipe Matias (Volvo 850R). Ambos estiveram na luta pela vitória á geral, mas uma bandeira vermelha a poucos instantes do final da corrida, inviabilizou essa oportunidade. O lugar mais baixo do pódio foi conquistado por Hélder Moura, ao volante de um Volvo S60. Um excelente resultado na estreia do carro sueco.

Outra estreia, o Honda S2000 de André Tavares, terminou no quarto lugar entre os SuperTrophy e nono à geral. Eleutério Duarte (Renault Clio RS) e Joao Vieira (BMW 320i) fecharam a classificação desta categoria.

João Luís e o seu Renault Spider levaram a melhor sobre Luís Imperio (BMW 320iS) para vencer a categoria Trophy, ser quarto no Superchallenge e sétimo à geral.

Já entre os Super Turismo, vitória de Ricardo Leitão, seguido de Rui Ribeiro, ambos ao volante de Honda Civic Type R.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.