Toyota nos dois lugares mais altos do pódio no Rali da Croácia

0

A TOYOTA GAZOO Racing conquistou mais uma “dobradinha”, desta vez, na primeira edição do Rali da Croácia. A prova de asfalto foi empolgante do início ao fim e decidida nos últimos metros da última especial. Sébastien Ogier e o seu co-piloto Julien Ingrassia reclamaram a vitória, por apenas 0,6 segundos sobre os seus companheiros de equipa Elfyn Evans e Scott Martin, protagonizando um dos finais mais emocionantes, de sempre, de uma prova do campeonato mundial de ralis da FIA.

Depois de conseguir a primeira e segunda posição no Rali de abertura da época de 2021 no Mónaco, a Toyota volta a repetir o feito na terceira ronda, novamente com o francês Ogier a triunfar e o britânico Evans, a subir ao segundo lugar mais alto do pódio.

Resumo da Prova:
Após o shakedown em que Elfyn Evans foi o mais rápido, o rali começou na sexta-feira 23 de abril com 4 especiais de manhã e com a segunda passagem à tarde. Apesar do piso de asfalto com variações bruscas de aderência, Sébastien Ogier e Elfyn Evans mostraram-se muito rápidos ao volante da Toyota Yaris WRC. Os dois pilotos, em Yaris WRC, partilharam o tempo mais rápido na terceira especial da manhã. Ogier reclamou então um hat-trick de vitórias nas especiais durante a tarde, ultrapassando assim o marco das 600 vitórias em especiais cronometradas no mundial de ralis. Kalle Rovanperä foi obrigado a desistir da prova quando saiu da estrada numa curva escorregadia, na primeira especial da manhã. No final do primeiro dia, Ogier era o melhor piloto da TOYOTA GAZOO Racing em segundo da geral a 7,7 segundos do líder, seguido de Elfyn Evans em terceiro a 8 segundos da frente.

O segundo dia da prova croata não podia ter corrido melhor para a Toyota. Sébastien Ogier e Elfyn Evans subiram imediatamente para as duas primeiras posições, na primeira das oito etapas de sábado. A escolha da equipa em equipar pneus duros, para ambos os carros nas quatro especiais da manhã, provou ser a mais acertada, uma vez que o Toyota Yaris WRC foi o mais rápido em todas as especiais, com superior aderência. À tarde apesar de um furo, Ogier conseguiu manter-se na liderança. Conclusão, no final do segundo e mais longo dia de prova, Sébastien Ogier estava em primeiro da geral com 6,9 segundos de avanço para o colega Elfyn Evans, que por sua vez, tinha uma vantagem de 3,5 segundos para o terceiro classificado.

Apenas 10,4 segundos separaram os três primeiros carros no arranque para o terceiro e último dia. Nas duas especiais de abertura, Elfyn Evans foi o condutor mais rápido e afastou-se de Sébastien Ogier – que tinha estado anteriormente envolvido num incidente de trânsito num troço de ligação numa estrada com bastante trânsito. Felizmente, tudo não passou de um susto. O seu Yaris WRC conseguiu continuar na prova, embora com danos na porta do lado direito e na aerodinâmica. Evans e Ogier iniciaram a Power Stage decisiva separados por 3,9 segundos, e sempre a acelerar a fundo uma vez que a margem era estreita para o terceiro lugar. No final, Ogier foi o mais rápido e alcançou a vitória. Evans acabou por ser 4,5 segundos mais lento devido a uma má trajetória perto do final. A diferença final entre ambos os pilotos da TOYOTA GAZOO Racing foi a terceira mais próxima na história da competição WRC.

Com um máximo de pontos, Ogier volta ao topo da classificação do campeonato de pilotos e a equipa aumenta a sua liderança no campeonato dos fabricantes para 27 pontos.

O piloto do Programa da TOYOTA GAZOO Racing WRC Challenge, Takamoto Katsuta, ao volante do Toyota Yaris WRC, conquistou o sexto lugar da geral pela terceira vez consecutiva, tendo impressionado com o seu ritmo e pelas duas vitórias em duas especiais de sábado.

Classificação final do Rali da Croácia (Domingo – para mais informação: www.wrc.com):

1 Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Toyota Yaris WRC) 2h51m22.9s
2 Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota Yaris WRC) +0.6s
3 Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 Coupe WRC) +8.1s
4 Ott Tänak/Martin Järveoja (Hyundai i20 Coupe WRC) +1m25.1s
5 Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul (Ford Fiesta WRC) +3m09.7s
6 Takamoto Katsuta/Dan Barritt (Toyota Yaris WRC) +3m31.8s
7 Gus Greensmith/Chris Patterson (Ford Fiesta WRC) +3m58.8s
8 Craig Breen/Paul Nagle (Hyundai i20 Coupe WRC) +4m28.2s
9 Mads Østberg/Torstein Eriksen (Citroën C3 Rally2) +10m00.8s
10 Teemu Suninen/Mikko Markkula (Ford Fiesta Rally2) +10m29.3s
Kalle Rovanperä/Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC) foi obrigado a desistir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.