Rui Costa dominou entre os clássicos em Braga

0

Rui Costa acabou garantiu o segundo triunfo da tarde no Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos

Para a segunda e última corrida referente ao Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, disputada este fim de semana no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, no âmbito do ANPAC Racing Weekend, um toque entre os Ford Escort de João Cruz e Rómulo Mineiro, que viria a envolver também o Porsche 911 RSR de João Macedo Silva, obrigou desde logo ao abandono destes três homens, eles que haviam sido dos mais rápidos do pelotão no fim de semana. Passando sem consequências por este incidente verificado nos primeiros metros logo depois da largada, na aproximação do pelotão à primeira curva, Rui Costa (Ford Escort 1300) assumiu o comando da corrida a partir daí e jamais o largaria, acabando por levar o triunfo até à bandeirada de xadrez, somando assim duas vitórias em igual número de corridas este fim de semana.

Num início de tarde em que o sol se fez sentir na região de Braga, de forma bem distinta do que acontecera durante a manhã, os pilotos em prova acabaram por permitir uma competição de algum modo tranquila em que Rui Costa, o líder, mas também Rui Alves, em carro idêntico, ambos da categoria H75, foram os únicos que terminaram na mesma volta. Todos os demais terminaram a prova com pelo menos uma volta de atraso, havendo mesmo quem terminasse com menos duas e menos quatro voltas.

Por categorias, e para além dos resultados já referidos para o vencedor à geral e consequente vencedor entre os H75, nota para o triunfo de Jorge Cruz (terceiro à geral em BMW 323 i) nos H81, também de João Paulo Lima (Alfa Romeo 1750 GTAm) entre os H71, ainda de Rui Azevedo (Ford Escort RS 2000) em Grupo 1 e de Marco Pinto (BMW 320 Ti), vencedor entre os Grupo 5. Aliás, se a luta pelo triunfo à geral não empolgou, o mesmo não se pode dizer de algumas lutas no meio do pelotão que mantiveram viva a corrida até ao final.

À geral, Rui Costa acabou assim por garantir o segundo triunfo da tarde no Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, competição que regressa no último fim de semana de Junho em Vila Real.

Rui Costa (Ford Escort) imperial superou João Cruz (Ford Escort) e Rómulo Mineiro (mais um piloto da “armada Ford”) numa corrida dominada em toda a linha pelos Escort 1300

Naquela que foi a primeira corrida referente ao Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, disputada este fim de semana no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, no âmbito do ANPAC Racing Weekend, com São Pedro a permitir uma pausa na chuva que se fez sentir desde as primeiras horas do dia, uma prestação irrepreensível de Rui Costa, em Ford Escort 1300, permitiu um triunfo de algum modo tranquilo nesta prova, claramente dominada pelos homens dos Ford Escort.

João Macedo Silva, que na qualificação havia conseguido com o seu Porsche 911 RSR superar os demais adversários em pista, foi desta feita incapaz de segurar o ataque dos perseguidores mais próximos. Logo na primeira curva já tinha caído uma posição, chegando aí atrás de Rui Costa, vindo pouco depois a ser ultrapassado por João Cruz e Rómulo Mineiro.

Com a pista molhada por força das severas condições atmosféricas que marcaram as primeiras horas deste domingo 25 de abril na região norte do país, e nomeadamente em Braga, os pilotos foram obrigados a manter alguma contenção para não correrem riscos imprudentes, procurando manter posições ou avançar para possíveis ultrapassagens apenas pela certa.

Rui Costa acabou assim por ser o primeiro a ver a bandeira xadrez na linha de meta para uma vitória que agarrou desde os primeiros metros, numa corrida feita com o pelotão sempre mais ou menos compacto sem espaço para muitas ultrapassagens nem veleidades da parte dos pilotos em face do piso muito molhado que não aconselhava a saídas da trajetória ideal.

Rui Costa triunfou assim na categoria H75 numa prova em que João Paulo Lima foi o vencedor entre os H71, João Cruz superou a concorrência no Grupo 5 e Jorge Cruz chegou na frente ao final entre os H81. Rui Azevedo venceu entre os Gupo 1.

A segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos está agendada para as 16.00, uma vez mais com a duração de 25 minutos, apontando a previsão meteorológica para a continuidade de um dia chuvoso.

Fotos: Pedro Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.