Troféu C1 faz as pazes com o Circuito de Braga

0
  • Regresso à competição com grande corrida no Circuito Vasco Sameiro
  • Artlaser by Gianfranco vence as 6 Horas do Braga Racing Kickoff
  • Razão Automóvel é a melhor equipa na categoria AM

O Troféu C1 está de novo em ação. O Circuito Vasco Sameiro, em Braga, recebeu mais de 30 irrequietos C1 para o arranque da terceira temporada desta entusiasmante competição organizada pela Motor Sponsor. Numa corrida intensa e repleta de episódios, a Artlaser by Gianfranco (Manuel R. Sousa, Francisco Matos Gil e João Pedro Ribeiro) herdou o primeiro lugar da VLB Racing (Raul Delgado, Estevão Oliveira, Rui Xavier e Pedro Dias) e venceu entre os PRO e na geral, enquanto em AM, a Razão Automóvel (Diogo Teixeira, Guilherme Costa, Nuno Antunes e Gonçalo Raminhos) garantiu o triunfo.

Com o desconfinamento gradual que se assiste em Portugal, o Troféu C1 retomou a atividade neste sábado, dia 24 de abril. Foi um dia muito intenso para todos os participantes no Braga Racing Kickoff. O programa começou bem cedo, para uma renhida sessão de treinos cronometrados. O Team CAM mostrou a sua ambição para a ronda bracarense e estabeleceu a melhor marca. Com a pole-position atribuída, o Team NB Clima ficou com segundo lugar, enquanto a Manahu Care – Gianfranco Motorsport garantiu o terceiro posto na grelha de partida.

Os treinos cronometrados antecipavam um tremendo equilíbrio e, por consequência, espetáculo durante a corrida. Os dez mais rápidos no primeiro confronto do dia ficaram separados por menos de um segundo.

Com um equilíbrio tão evidente, a grelha formou-se pouco antes das 14 horas. As nuvens escuras deixavam antever que a chuva podia juntar-se à festa. No arranque, os concorrentes discutiram as melhores posições com o piso do Circuito Vasco Sameiro ainda seco. Houve despiques animados durante toda a corrida. A luta estendeu-se para além do primeiro lugar. Mas também na frente houve muitas alterações. Ao longo das seis horas de competições houve, pelo menos, oito líderes diferentes.

Se o equilíbrio dos conjuntos já contribuiu para o espetáculo, também o safety-car, que teve de entrar em pista, e a chuva, adicionaram pimenta à já picante corrida do Troféu C1. No final, o primeiro carro a ver a bandeira de xadrez foi o C1 com o número 188, da VLB Racing. No entanto, a equipa acabou por ser penalizada devido a um incidente de corrida e a Artlaser by Gianfranco, com o número 266, foi promovida ao primeiro lugar final.

“O regresso do Troféu C1 revestiu-se de enorme simbolismo. Em primeiro lugar, porque é a retoma da atividade depois de uma fase que, por força da pandemia, ainda provoca muita instabilidade e incerteza. Em segundo lugar, porque voltámos ao Circuito Vasco Sameiro, local onde tudo correu muito bem. As primeiras experiências não tinham sido positivas, mas desta vez, o nível foi elevado. Quero agradecer, por isso, o fantástico trabalho do CAMI e de todos os comissários”, afirmou o responsável da Motor Sponsor, André Marques.

Concluída a primeira jornada de três, o Troféu C1 despede-se do Circuito Vasco Sameiro e ruma a sul para a segunda ronda do ano. A corrida no Autódromo Internacional do Algarve está agendada para o dia 28 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.