Troféu C1 com o calendário mais desafiante de sempre e com os custos ainda mais controlados

0

A caminho da sua 3ª edição, o Troféu C1 que se tem destacado pelas suas numerosas grelhas de partida e equilíbrio técnico, apresentou um calendário cheio de surpresas e desafios para os seus participantes.

Foi um desafio para a Motor Sponsor desenhar um calendário que, ao mesmo tempo que apresenta uma redução de custos para as equipas, torna-se também mais atrativo, misturando de tudo um pouco: endurance, corridas com sunset, corridas com condução noturna, uma taça europeia e um mix de sprint com endurance para fechar.

Com programas de um dia só, de forma a reduzir os custos logísticos das Equipas, o calendário de 3 provas do Troféu C1 2021 continua a oferecer muito tempo de pista:

1 – Braga – 24 de Abril – 6 horas
Programa todo disputado no sábado com uma sessão de treinos cronometrados de 2 horas e uma corrida de 6 horas que irá terminar às 20h00, quando o sol já estará quase a desaparecer, criando um momento mágico típico das corridas de endurance.

2 – Algarve – 28 de Agosto – 6 horas ou 12 horas
Programa todo disputado no sábado com uma sessão de treinos cronometrados de 2 horas.
Será organizada uma taça Europeia, C1 Eurocup, que terá uma corrida de 12 horas.

O Troféu C1 estará inserido nesta corrida, sendo que para as contas do troféu contam as 6 primeiras horas.
As Equipas que queiram, podem continuar na corrida e fazer o total das 12 horas, concorrendo assim também para a C1 Eurocup.

3 – Braga – 13 de Novembro – 6 x 1 hora
Programa disputado no sábado, com uma sessão de treinos cronometrados de 1 hora e 6 corridas de 1 hora, onde o resultado final é o somatório dos resultados das seis corridas.

Esta proposta já tinha sido feita em 2020 e muito bem aceite. Não se realizou devido às restrições da pandemia.

Aqui também existe uma boa notícia: os líderes da Motor Sponsor, André Marques, e do CAMI, Nuno Loureiro, chegaram a um entendimento, enterrando o litígio que existia relativo à primeira prova do Troféu C1 em 2019. Desta forma, a organização da primeira e terceira provas de 2021 estarão a cargo do CAMI. A cronometragem será feita pela Cronobandeira ou Eternytime que, juntamento com o CAMI, têm feito todas as provas no Circuito Vasco Sameiro sem qualquer tipo de problema.

André Marques da Organização explica como foi o processo de construção deste calendário: “Desde o começo do Troféu C1 que estamos muito atentos às sugestões das equipas que, uma vez mais, estiveram connosco e participaram no projeto do calendário de 2021. Pediram-nos novos desafios, sem esquecer o espírito endurance que está nos genes do Troféu C1 e redução de custos. Também tivemos de ter em conta que tínhamos em falta uma corrida em Braga, visto que o ano passado fomos impedidos pelas restrições da pandemia. Com tantos ingredientes, o resultado final é ótimo e do agrado da grande maioria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.