Colecção do Museu do Caramulo recebe NSU Quickly K de 1960

0
  • Colecção de motos reforçada com exemplar da marca alemã fundada em 1873

O Museu do Caramulo viu a sua colecção permanente de motos reforçada com uma NSU Quickly TT/K de 1960. A moto foi doada ao Museu do Caramulo por Carlos Fortunato Alzina Seruya e já se encontra em exposição.

As conhecidas mopped fizeram sucesso quando surgiram no mercado das duas rodas. Estes veículos não eram mais do que uma tentativa dos grandes fabricantes de motocicletas de chegarem a um público mais jovem e ávido de emoções, produzindo assim motorizadas com pequenos blocos de 50cc.

A germânica NSU foi uma dessas marcas presentes neste nicho de mercado, tendo apresentado em 1953 o modelo Quickly que foi sofrendo as mais diversas alterações até ao ano de 1968, altura em que contava já com um milhão de unidades vendidas.

A NSU de 50cc presente na colecção do Museu do Caramulo, reporta à versão TT/K, sendo que 12.200 unidades foram transaccionadas entre os anos de 1960 e 1961. Possui a particularidade de apresentar um assento duplo bem moldado, o que permitia ao motorista adoptar qualquer postura em andamento e ainda transportar um passageiro, não faltando as peseiras para conforto do pendura.

Além do mais, a proposta TT/K remetia para uma tendência desportiva da época com o braço oscilante dianteiro e a suspensão traseira a serem um excelente argumento de vendas, associado ao facto do depósito de combustível levar 2,5 litros, o que permitia uma maior autonomia. O motor era accionado por pedal de kick, havendo ainda a registar o farol dianteiro fechado, com o velocímetro a ser embutido no guiador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.