Martim Marques lutou pela vitória no Campeonato de Portugal de Karting

0
  • Piloto de Vila Nova de Gaia entre os mais rápidos em Viana do Castelo

A segunda jornada do Campeonato de Portugal de Karting da categoria
Juvenil disputou-se este fim de semana, no Kartódromo de Viana do
Castelo, onde Martim Marques voltou a mostrar o seu talento. O jovem
piloto da equipa RAC foi o mais rápido nos treinos livres e fez uma
recuperação de grande nível na Pré-Final, que abria boas perspetivas para
a Final. Na corrida decisiva, Martim Marques lutou pela vitória, mas um
problema na direção do seu kart fez com que terminasse no 5.º lugar.

Três semanas depois de ter assumido o comando do Rotax Max Challenge
Portugal, em Viana do Castelo, Martim Marques regressou à pista minhota
para voltar a demonstrar todo o seu potencial, desta feita na categoria Juvenil do Campeonato de Portugal de Karting.

O jovem piloto de Vila Nova de Gaia, que recentemente completou apenas 9 anos de idade, começou por ser o mais rápido nos treinos livres oficiais, entre um pelotão de 18 participantes, completando depois as mangas de qualificação dentro do top-10, corridas em que sofreu alguns toques que o obrigaram a recuperar posições.

Sem baixar os braços, o piloto da equipa Racing Academy & Competition (RAC) protagonizou uma recuperação notável na Pré-Final, onde fez seis
ultrapassagens, para assim terminar num positivo 4.º lugar. Arrancando dessa posição para a corrida decisiva, Martim Marques tinha expectativas de lutar pela vitória e foi isso mesmo que aconteceu, já que integrou o grupo de pilotos da frente, até ser forçado a atrasar-se devido a um problema na direção do seu kart, que o levaria a fechar o top-5.

“O Martim está de parabéns pelo trabalho que tem feito e pela capacidade
de luta que demonstrou em Viana do Castelo”, sublinhou Ricardo Costa,
chefe de equipa da RAC.

“O Martim fez uma grande recuperação na Pré-Final e também estava em boa posição para lutar pelos primeiros lugares na Final, até o kart começar a ficar muito difícil de pilotar, devido a um problema na direção. Ainda assim, nunca desistiu de lutar e o 5.º lugar, numa categoria tão exigente como a Juvenil, com 18 participantes, acaba por ser um resultado positivo e um prémio para toda a equipa”, referiu Ricardo Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.