Boa estreia para Fábio Mota no Open de Velocidade

0

Fábio Mota teve um bom início de temporada no Campeonato Open FPAK de Velocidade de Portugal no Autódromo Internacional do Algarve, tendo estado na discussão dos lugares do pódio ao longo de todo o fim-de-semana.

Antes da primeira ronda da época o piloto de Vila Nova de Gaia e o seu colega de equipa, Bruno Pires, tinham ainda um profundo desconhecimento do Porsche 997 GT3 Cup preparado pela Fabela Sport, mas nem por isso o duo deixou de mostrar competitividade.

Na primeira qualificação, Fábio Mota foi o mais rápido da classe G2, segundo entre os GT, ao passo que Bruno Pires era o segundo mais rápido da sua classe, na segunda qualificação, terceiro dos concorrentes da mesma categoria.

Estas eram performances que deixavam ambos os pilotos com verdadeiras aspirações a lutar pelos lugares do pódio, o que se veio a verificar nas corridas de qualificação.

Na primeira, realizada no sábado, Fábio Mota esteve envolvido em lutas acirradas, catalisadas pela competitividade do pelotão, terminando no segundo lugar entre os G2 e GT, confirmando o bom andamento que tinha demonstrado na qualificação.

Bruno Pires era o responsável por realizar a segunda corrida de qualificação, que se realizou no domingo de manhã, e, uma vez mais, assegurou um lugar no pódio para o Porsche 997 GT3 Cup, ao receber a bandeira de xadrez no terceiro posto da geral, segundo entre os G2.

Estes resultados permitiam ao duo assegurar o terceiro posto na grelha de partida para a corrida de Endurance, com quarenta minutos de extensão e com troca de pilotos realizada entre os minutos 15 e 24”59’.

Uma vez mais, o Porsche 997 GT3 Cup esteve na luta pelos lugares do pódio, parecendo o terceiro lugar estar garantido. Contudo, uma penalização de vinte e cinco segundos, por ter ultrapassado a linha branca da saída das boxes, atirou o duo para o quarto lugar final.

Apesar do resultado aquém daquilo que estava ao seu alcance, Fábio Mota estava satisfeito com a forma como decorreu o fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve, que abriu a temporada de 2020 do Campeonato Open FPAK de Velocidade de Portugal. “Chegámos sem um grande conhecimento do Porsche, mas fomos evoluindo e adaptando-nos muito rapidamente, permitindo-nos estar na luta pelos lugares do pódio, o que foi muito positivo. O carro é muito competitivo, a Fabela Sport é muito competente e o Bruno mostrou ser muito rápido, o que nos dá garantias para o futuro”, sublinhou o piloto de Vila Nova de Gaia.

Os bons resultados no Algarve deixam Fábio Mota entusiasmado para a restante temporada, acreditando poder estar na discussão pelo título deste ano da mais importante competição de pista disputada em Portugal. “Mostrámos um bom andamento no Algarve e penso que poderemos evoluir ainda mais, uma vez que existe ainda potencial no Porsche 997 GT3 Cup que ainda não explorámos. Acredito que na próxima ronda da época poderemos estar ainda mais fortes, com a experiência que adquirimos aqui, e, assim, continuar a lutar pelas vitórias”, concluiu o gaiense.

A próxima etapa do Campeonato Open FPAK de Velocidade de Portugal realiza-se no Circuito Vasco Sameiro, Braga, a 13 de Setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.