Paulo Pinheiro vence primeira corrida do Open de Portugal de Velocidade

0

Finalmente ecoaram os motores no impressionante complexo do Autódromo Internacional do Algarve, com a realização das sessões de treinos livres, qualificações e a primeira corrida do programa do Open de Portugal de Velocidade by Michelin, contando com uma recheada lista inscritos onde pontificaram carros de qualidade como o Nissan GT-R GT3, diversos Porsche 911 GT3 Cup e vários Cupra TCR. As sessões de treinos livres e as duas qualificações deixaram evidente a superioridade do Nissan GTR GT3 de José Correia. Perdendo algum tempo na única sessão de treinos livres realizada, com Pedro Marreiros e Paulo Pinheiro a liderar a tabela de tempos com o seu Porsche 911 GT3 Cup, José Correia esteve inalcançável na qualificação.

Aproveitando as qualidades do Nissan GT-R GT3 num circuito que serve as características do carro nipónico, José Correia rubricou a “pole position” em ambas as sessões. Na primeira, Fábio Mota levou o seu Porsche 911 GT3 Cup ao segundo lugar, com Paulo Pinheiro a ficar em terceiro, fechando os cinco melhores da qualificação Nuno Baptista (Porsche 911 GT3 Cup) e Francisco Mora (Cupra TCR), o melhor dos modelos de turismos.

Na segunda qualificação, a “pole position” ficou para José Correia, com Pedro Marreiros a conseguiu impor-se sem dificuldades a Francisco Mora e arrebatando o segundo lugar grelha, com o piloto do Cupra TCR a ser terceiro, fechando os cinco primeiros com Bruno Pires (Porsche 911 GT3 Cup) e José Rodrigues (Honda CIvic TCR). A primeira corrida do Open de Portugal de Velocidade by Michein acabou por ser um espelho do que se passou nas sessões de qualificação, ou seja, José Correia verteu a seu favor as características do Nissan GT-R GT3 e dominou as ténues investidas de Fábio Mota e de Paulo Pinheiro com relativo à vontade,

Porém, o desporto automóvel tem os seus desígnios e o domínio de José Correia terminou quando um furo o fez perder muito tempo, forçando uma paragem nas boxes e o fim da possibilidade de começar a temporada com uma vitória. Após várias voltas atrás do Porsche de Fabio Mota, Paulo Pinheiro conseguiu passar para a frente e rumar a uma vitória que acabou por ser tranquila, pois atrás de si Fábio Mota conheceu alguns problemas com o seu Porsche e viu-se ultrapassado por Francisco Mora (Cupra TCR), fechando o pódio desta primeira corrida do Open de Portugal de Velocidade by Michelin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.