Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos 1300, Clássicos e Legends arranca no Algarve

0

A Associação Nacional de Pilotos de Automóveis Clássicos (ANPAC) está pronta para a realização da primeira jornada do Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, Clássicos 1300 e Legends, que se vão realizar já nos próximos dias 18 e 19 de julho no Autódromo Internacional do Algarve (AIA). Com uma lista de inscritos com mais de 45 pilotos nas três disciplinas, a ANPAC congratula-se com a resposta dada pelos associados e outros pilotos numa época complicada. A primeira jornada da velocidade nacional conhece algumas novidades, nomeadamente, a passagem da promoção do Open de Velocidade by Michelin para a Prime Promotions.

Recordando que a ANPAC é a Associação Nacional de Pilotos de Automóveis Clássicos, a associação não hesitou, porém, em deitar a mão para salvar a velocidade nacional numa altura em que o risco da modalidade desaparecer era real. Assim, a ANPAC assumiu a promoção do Campeonato de Portugal de Velocidade, mudando para uma regulamentação mais ampla e tendo, de forma clara e sem falsas modéstias, salvo as provas em pista. Cumprida essa missão com brilhantismo, a ANPAC, de forma humilde, volta a focar-se nos seus objetivos, destacar e promover a competição de automóveis clássicos, deixando a promoção do Open nas mãos experientes da Prime Promotions e do AIA.

Outra novidade, esta devido à pandemia de Covid-19, serão as apertadas regras de segurança sanitária que vão estar implementadas no Autódromo Internacional do Algarve (AIA). Regras que a ANPAC já fez chegar a todos os intervenientes e que plasmam aquilo que a DGS e a FPAK recomendam em vários documentos oficiais. Recordamos que o não cumprimento das regras de segurança sanitária poderá ser alvo de sanções imediatas (expulsão das instalações do circuito) e a longo prazo (sanções federativas). Tem a ANPAC a missão de fazer cumprir essas regras nas competições por si promovidas e por isso apelamos de forma franca a todos que utilizem as máscaras faciais sempre e durante todo o tempo que se desloquem para fora da sua box, que não excedam o limite de pessoas que podem estar juntas, mantenham a distância social de dois metros, sempre que possível, e que se contenham nos festejos.

João Macedo Silva, presidente da ANPAC: “Vamos, finalmente, começar a competição o que é muito gratificante, pois sentíamos a impaciência de todos com esta inatividade forçada. A ANPAC tudo fará para que a segurança sanitária seja cumprida e que possamos, todos, ser um exemplo de como se pode competir sem colocar em causa a segurança sanitária nem contribuir para focos de Covid-19. Não posso deixar de manifestar a tremenda satisfação que nós na ANPAC sentimos pela adesão dos pilotos nesta época de incerteza, deixando-me a mim e aos membros da direção da ANPAC felizes por termos tomado a decisão de nos focar nos clássicos. Isto, depois da nossa associação ter salvo, sem falsas modéstias, a velocidade, com a promoção do Open evitando que a competição simplesmente acabasse. Cumprida essa missão, na minha ótica, com nota máxima, está na hora de humildemente voltarmos ao nosso ‘core business’, os seja, os nossos amados clássicos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.