The Racing Factory vence em Castelo Branco

0
  • Armindo Araújo dá nova vitória à TRF no Campeonato de Portugal de Ralis
  • Pedro Almeida fez a estreia do Peugeot 208 Rally 4 da The Racing Factory
  • Próximo desafio da equipa é o Rali da Calheta, na Ilha da Madeira

A The Racing Factory voltou às vitórias no Campeonato de Portugal de Ralis. Depois do triunfo no Rallye Serras de Fafe e da interrupção do campeonato devido à pandemia que atravessamos, a estrutura liderada por Aloísio Monteiro venceu novamente, desta feita no Rali de Castelo Branco, de novo por intermédio da dupla Armindo Araújo – Luís Ramalho, em Skoda Fabia R5 Evo.

Uma vitória suada numa prova marcada pelas altas temperaturas que se fizeram sentir neste fim‑de‑semana competitivo albicastrense. Justino Reis mostrava-se visivelmente satisfeito com o regresso da competição e não esqueceu quem tornou possível a realização da prova.

“Antes de mais queria deixar uma palavra para a organização do Rali de Castelo Branco, que nos proporcionou condições para a realização de uma prova segura, de acordo com o plano de contingência da FPAK, e onde o muito público presente correspondeu aos apelos feitos, comprovando que os Ralis são um desporto possível de realizar mesmo durante esta fase”, começou por dizer o Team Manager da equipa de Santa Maria da Feira antes de parabenizar o trabalho feito por Armindo Araújo e todo o staff da The Racing Factory:

“A vitória do Armindo Araújo e Luís Ramalho vem na linha do empenho que os pilotos e a equipas tem demonstrado neste início de campeonato, focados nos objetivos. Nesta prova, disputada em condições atmosféricas muito difíceis, todo a gente, pilotos e equipa, foi colocada à prova, tendo demonstrado enorme sentido de responsabilidade face aos objetivos da equipa. A vitória foi ainda mais meritória, tendo em conta a competitividade demonstrada pela concorrência.”

Outros dos pontos altos do Rali de Castelo Branco foi a estreia oficial, depois da sua homologação, do novo Peugeot 208 Rally 4, pelas mãos do piloto da The Racing Factory, Pedro Almeida. Uma estreia agri-doce, tendo em conta o resultado final.

“O Pedro e o Hugo fizeram um excelente trabalho na estreia com o novo Peugeot 208 Rally 4, apesar de não terem sido felizes. Várias foram as contingências logo no primeiro dia, onde ao encontrarem concorrentes mais lentos e um furo, obrigaram a dupla a trabalhos redobrados. A tentar lutar pelos melhores tempos acabaram por sofrer uma ligeira saída de estrada que colocou um ponto final na sua participação neste evento, mas não tira o mérito à sua prestação. Uma prova onde demonstraram um bom nível e que serviu já como uma enorme aprendizagem desta nova viatura e deixando já importantes notas de como tirar o máximo partido da mesma no futuro”, explicou.

O próximo desafio da equipa realiza-se já dentro de aproximadamente 15 dias, com a viagem até à Ilha da Madeira para a realização do Rali da Calheta. Nesta prova a estrutura de Santa Maria da Feira contará com a dupla Armindo Araújo-Luís Ramalho (Skoda Fabia R5 Evo), Pedro Almeida-Hugo Magalhães (Peugeot 208 Rally 4) e ainda contará com a dupla madeirense Miguel Nunes-João Paulo (Skoda Fabia R5 Evo) a quem prestará apoio técnico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.