PEUGEOT i-COCKPIT® parte do ADN dos automóveis PEUGEOT

0

Lançado comercialmente no início de 2012, com a primeira geração do PEUGEOT 208, foi em 2010, no concept-car SR1, que a PEUGEOT desvendou mundialmente o seu PEUGEOT i-Cockpit®.

Verdadeiro sucesso tecnológico, ao conquistar mais de 5 milhões de clientes em todo o mundo, o PEUGEOT i-Cockpit® tornou-se numa referência para a Marca e integrou-se no seu próprio ADN.

Nos modelos PEUGEOT, a arquitetura de cada posto de condução permite que as informações sejam apresentadas diretamente na frente do campo de visão do condutor, não sendo necessário desviar os olhos da estrada.

Conjugado com a qualidade e rigor dos chassis dos diferentes modelos da PEUGEOT, o i-Cockpit® participa, em pleno, no prazer de condução característico da Marca francesa.

Oriundo de um concept-car
Se em 2012 coube ao PEUGEOT 208 Fase 1 ser o primeiro veículo de produção equipado com o inédito PEUGEOT i-Cockpit®, os concept-cars desempenharam um papel importante nas evoluções do conceito, tendo sido autênticos laboratórios de ideias.

Foi em 2010, no PEUGEOT SR1, que a Marca apresentou em estreia o seu PEUGEOT i-Cockpit®. Este estudo de estilo viria a ser um dos eixos da nova direção do estilo PEUGEOT, acompanhando-se pela nomeação de Gilles Vidal como responsável pelo início de uma nova era no design da Marca.

A partir desse momento, todos os postos de condução dos concept-cars da PEUGEOT foram construídos com um PEUGEOT i-Cockpit®: o EXALT viria a inspirar fortemente o tabliê do novo PEUGEOT 508; no caso do novo PEUGEOT 208, a arquitetura do PEUGEOT i-Cockpit® foi diretamente inspirada no concept-car PEUGEOT FRACTAL; já a instrumentação 3D é proveniente do QUARTZ. Na PEUGEOT, nenhum concept-car é construído em vão.

Principais componentes
Após a sua estreia na primeira geração do PEUGEOT 208 Fase 1, o PEUGEOT i-Cockpit® não cessou de evoluir à medida das posteriores criações da Marca, mantendo os seus principais componentes:

  • um volante compacto para melhores sensações de condução e de manobra,
  • uma instrumentação head-up display: a partir do novo PEUGEOT 3008, com painel digital HD de diversas configurações e animações gráficas,
  • um grande touchscreen HD à distância da mão e do olhar,
  • uma série de toggle switches (teclas tipo piano) permite um acesso direto e permanente às principais funções de conforto.

O PEUGEOT i-Cockpit® aplica uma estratificação em três níveis para obter níveis exemplares de ergonomia e de conforto de condução.

Olhos: as informações surgem à frente dos olhos, sendo escrupulosamente colocadas no campo de visão do condutor, para que este não tenha de desviar o seu olhar da estrada.

Mãos: materiais agradáveis ao toque, com montagem cuidada, comandos táteis ou físicos escrupulosamente colocados. O comando da caixa de velocidades automática EAT8 Shift and Park by wire é intuitivo e ergonómico. As patilhas no volante permitem alternar, prontamente, as velocidades de uma forma manual, sem anular a função automática.

Corpo: o habitáculo forma um cockpit envolvente em torno dos seus ocupantes. Os bancos dianteiros proporcionam um excelente conforto e um apoio perfeito.

Os segredos de uma conceção que resulta
Para conceber o PEUGEOT i-Cockpit® é necessário levar em conta diversas regras de ergonomia, visibilidade e arquitetura. O processo pode ser resumido da seguinte forma: como garantir que todos os tipos de morfologia ficam bem instalados e com a máxima visibilidade para o mundo exterior?

Os arquitetos da Marca baseiam-se em dados antropométricos estudados em diversas populações. Na verdade, não é a estatura do condutor que conta, o que deve ser analisado é a relação torso-perna. Por exemplo, algumas populações apresentam um torso grande em comparação com o comprimento de perna. Noutras, é exatamente o oposto, etc. A estatura média de um Homem é de 1,76 m e a altura do torso varia entre os 87 e os 98 cm. Isto tem um impacto direto no posicionamento do seu campo de visão.

Estes dados antropométricos foram utilizados principalmente para calcular o curso da regulação dos bancos ou do volante, de forma a melhorar a sensação de casulo e otimizar a ergonomia a bordo, independentemente da estatura do condutor.

Oferta atual
Atualmente, a grande maioria da gama de veículos de passageiros da PEUGEOT integra um PEUGEOT i-Cockpit®: os novos 208 e 2008, o 308 e 308 SW, o RIFTER, os SUV 3008 e 5008 e os 508 e 508 SW.

Em destaque: PEUGEOT i-Cockpit® 3D

Como em todos postos de condução PEUGEOT, as informações são colocadas no campo de visão do condutor. Estreado pelo novo PEUGEOT 208, o PEUGEOT i-Cockpit® 3D é uma verdadeira inovação, a primeira a nível mundial no segmento. Consoante as versões, o painel de instrumentos PEUGEOT i-Cockpit® 3D projeta as informações como se de um holograma se tratasse, tal como sucede num moderno avião de caça.

As indicações são dinâmicas e animadas: aproximam-se dos olhos de acordo com o seu grau de importância ou de urgência, garantindo um ganho de reatividade na ordem de meio segundo. O sistema permite melhorias na condução em todos os sentidos, garantindo maior eficiência e prazer de leitura. Também a segurança está num nível nunca antes alcançado. Posicionado centralmente no tabliê, o touchscreen apresenta uma grande diagonal de 10 polegadas (dependendo da versão), podendo ser controlado com acessos táteis e diretos nos toggle switches, ou através do novo comando por voz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.