Dia de superação para Diogo Ventura na Régua

0

Com o Douro como fantástico ‘pano de fundo’ realizou-se hoje o primeiro dia da segunda prova do campeonato nacional de enduro. Uma prova onde o objectivo era claramente vencer e agarrar o primeiro sucesso do ano, mas duas fortes quedas no decorrer da segunda volta – quando era líder da corrida com 10 segundos de vantagem – e logo depois a roda da frente da sua Beta danificada depois de um contacto mais forte com uma pedra deixaram o piloto de Góis em dificuldades.

Mas como é seu hábito, o recruta da Moto Espinha cerrou os dentes e ao lado da equipa de Guimarães levou a sua moto até ao final, terminando o dia na quarta posição a menos de um minuto do vencedor.

‘Podia ter sido um dia fácil e com um bom resultado, mas acabou por ser um dia mais exigente. Na segunda volta sofri duas quedas fortes na passagem pela Enduro Test e na Extreme seguinte um toque mais violento deixou a roda dianteira da minha Beta em mau estado. Consegui chegar à assistência seguinte – depois de passar pela Cross Test em ritmo naturalmente mais lento – troquei de roda mas desgastei-me muito fisicamente com todo esse processo e até ao final do dia tentei apenas segurar os pontos possíveis.’ afirmou o piloto do Góis Moto Clube após ter colocado a sua moto no Parque-Fechado e bastante moralizado para enfrentar o dia de amanhã.

‘Apesar de triste por não ter conseguido o resultado que queria, estou muito satisfeito com toda a reacção que tivemos como equipa e também do meu ponto de vista fisico. Todo o esforço e empenho que colocamos dia após dia na preparação das nossas corridas hoje ficou claro que está a ser bem feito. Amanhã vamos para a corrida com um objectivo apenas, vencer.’

Reforçou ainda o piloto da Barreiros & Vilas que amanhã vai procurar a sua primeira vitória do ano e a primeira neste sua ligação com a marca de Florença. Um dia que se prevê mais uma vez bastante competitivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.