Novos Mazda3 e Mazda CX-30 nos mais importantes eventos mundiais de “Carro do Ano”

0

• Dois primeiros modelos da nova geração Mazda em avaliação por todo o mundo
• Palmarés de vitórias no “World Car Awards” e no “Car of the Year Japan” dão alento aos troféus do biénio 2019-2020

Pretendendo reforçar a imagem e visibilidade da sua mais recente geração de modelos, de que o Mazda3 e Mazda CX-30 são os seus dois primeiros representantes, a Mazda está presente nos processos de candidaturas aos mais importantes troféus automóveis do planeta, apostando no vasto pacote tecnológico Skyactiv neles integrado e no inconfundível design Kodo que os distingue na paisagem, elementos que, no seu conjunto, sublinham o conceito Jinba Ittai inerente a todos os automóveis que produz.

Em conjunto ou isoladamente, os novos Mazda3 e Mazda CX-30 são candidatos às iniciativas de âmbito mundial “2020 World Car Awards” e “2019 Women’s World Car of the Year”, mas também aos eventos mais continentais, como o “2020 Car of the Year” europeu, o “2020 North American Car, Utility and Truck of the Year Awards” (atribuído em conjunto pelos EUA e Canadá), isto sem esquecer os inúmeros troféus de índole nacional, como o português “Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal 2020” ou o do país da marca de Hiroshima, o “2019-20 Car of the Year Japan”.

Novo Mazda3 já é “Finalista” na perspectiva feminina
O “2019 Women World Car of the Year”, iniciativa de índole feminina, é a que tem o calendário mais adiantado, já se conhecendo o top-15, shortlist que inclui o novo Mazda3. O anúncio final será feito já na próxima semana, no Salão Internacional do Dubai (EAU, 12 e 16 de Novembro). Para além do prémio maior, o Mazda3 é ainda candidato à vitória na categoria de “Familiares”.

Criado em 2018 em resposta à quase ausência de mulheres entre os júris internacionais, este troféu não pretende escolher o melhor automóvel para as mulheres, mas distinguir os melhores lançamentos a partir do prisma das especialistas femininas do sector automóvel.

Repetir o feito do Mazda MX-5 nos prémios mundiais
Já o vencedor do ceptro “2020 World Car Awards” só será conhecido em Abril próximo, reputado título mundial a que concorrem os novos Mazda3 e Mazda CX-30, num troféu que a Mazda já conquistou em 2016. Tal feito coube ao Mazda MX-5, modelo que nesse ano fez uma dobradinha, ao garantir, em complemento, o troféu de “World Car Design of the Year”, sendo, aliás e até à data, o único automóvel a conquistar ambos os troféus numa mesma edição. Nesse ano o SUV urbano Mazda CX-3 foi 3º na categoria de “Design”, a que nesta edição 2020 os dois novos modelos da marca são, também, candidatos. O Mazda CX-5 foi o 3º classificado absoluto na edição de 2018, o Mazda2 foi 4º em 2015 (ano de estreia dos troféus WCA) e o Mazda CX-3 foi 7º em 2016. Em 2017, o Mazda CX-9 (SUV de 7 lugares só vendido nos EUA) foi 4º lugar, quer no troféu principal, quer no de design.

Decorrem neste momento as avaliações para a definição de uma primeira shortlist de 10 viaturas, nos diferentes países e em acções dedicadas, como os “L. A. Test Drives”, a decorrer eme Pasadena (California, EUA) de 16 a 19 de Novembro, integrando mais de 50 participantes. Esse exclusivo top-10 será conhecido a 4 de Fevereiro de 2020, seguindo-se nova (re)avaliação para um ainda mais exclusivo top-3, que será anunciado a 3 de Março, no Salão de Genebra. Depois, a 8 de Abril, no Salão Automóvel de Nova Iorque, será anunciado o veredicto final.

Objectivos: virar a página no COTY europeu…
À semelhança do galardão mundial, também em termos europeus há que contar com as renovadas valências do novo familiar Mazda3 e dos equivalentes atributos do ainda mais recente SUV Mazda CX-30, no assalto ao título de “2020 Car of the Year”. Desta feita, esta dupla pretende aliar-se rumo a esse feito inédito para a marca, apresentando as suas valências aos 60 membros do júri, de modo a garantir uma das 7 vagas da shortlist, a anunciar já a 25 de Novembro, para depois lutarem pelo troféu final, que será atribuído a 2 de Março de 2020, em cerimónia no Salão Automóvel de Genebra.

Troféu criado em 1964 e durante 30 anos inalcançável para modelos não europeus, limitação que se estendia aos finalistas, só em 1974 um japonês chegou ao top-3, havendo que esperar por 1993 para outro alcançar o então maior troféu europeu. A Mazda esteve por 3 vezes muito perto de lá chegar, com os 2ºs lugares das 1ªs gerações do Mazda6 (2003) e do Mazda3 (2004) e pela 3ª geração do Mazda2 (2008). Mais recentemente o Mazda MX-5 “ND” foi 3º em 2016, dois anos depois do Mazda3 (3ª geração) ter sido 5º, posição que o Mazda5 alcançara 10 anos antes.

… e também na história de Portugal!
Por cá são também o Mazda3 e o Mazda CX-30 a fazer o assalto ao denominado “Essilor Carro do Ano/ Troféu Volante de Cristal 2020” e a duas das suas categorias de suporte, nesta que é a 37ª edição da iniciativa do Grupo Impresa, co-organizada pela “SIC Notícias” e pelo “Expresso”. Os dois modelos estarão, assim e até meados de Janeiro, em testes com os 19 jurados, representantes de jornais e revistas, plataformas online, rádios e canais de televisão, avaliando elementos como a estética, performances, segurança, fiabilidade, preço e sustentabilidade ambiental. Após redução da lista a 7 finalistas, de entre os 28 participantes, vagas que o Mazda3 e Mazda CX-30 querem garantir, segue-se uma segunda ronda, tendo de se aguardar pelo final de Fevereiro para se conhecer o novo “Carro do Ano 2020” e os vencedores das categorias.

Concorrendo como gama ao troféu absoluto, o Mazda3 é também candidato à categoria de “Familiar do Ano”, através da versão de carrocaria Hatchback e equipado com o novo e revolucionário motor 2.0 Skyactiv-X de 180 cv (bloco a gasolina que opera segundo os fundamentos dos motores diesel) e no nível de equipamento Excellence; do mesmo modo, o novo Mazda CX-30 quer vingar no troféu principal e entre os “SUV/Compacto do Ano”, apresentando-se numa muito atractiva relação preço-equipamento da variante 2.0 Skyactiv-G de 122 cv, no nível Evolve e com o Pack i-Activsense.

Em termos de historial Mazda no troféu nacional, os melhores resultados registam-se nos “Troféus do Automóvel”: a primeira geração Mazda CX-5 venceu o troféu de “SUV do Ano 2013” e o actual Mazda2 sido galardoado como “Citadino do Ano 2016”. Em 2016 o Mazda CX-3 integrou o grupo dos finalistas do galardão principal, dois anos depois do Mazda6 (3ª geração) o ter, também, feito.

O imprescindível mercado norte-americano
Sob a denominação de “2020 North American Car, Utility and Truck of the Year Awards”, o troféu maior da América do Norte (EUA e Canadá) é de extrema importância para os construtores americanos, mas ainda mais para os oriundos dos restantes continentes, que se dividem em variados acordos comerciais e industriais para ali se fazerem representar e extraírem os maiores sucessos.

Criados em 1994, estes “Oscars of the Auto Industry” têm, este ano, o novo Mazda3 no papel de cavalo de batalha da Marca na presente edição, integrado na categoria “Car”. A acontecer, juntar-se-ia ao único título absoluto alcançado até à data pela Mazda, o do Mazda CX-9 em 2008, na vertente “Trucks”, onde um ano antes o Mazda CX-7 fora finalista, tal como o Mazda CX-5 em 2013. A marca de Hiroshima já foi finalista dos “Car” com o Mazda MX-5 (2016), Mazda3 (2014) e Mazda RX-8 (2004) e nos “Utility” com a mais recente geração do Mazda CX-9 (2017).

No Japão: Mazda em busca do seu 7º troféu nacional
Foi conhecida ontem, dia 7, a shortlist de 10 automóveis que se mantêm em luta pelo “2019-20 Car of the Year Japan”, grupo onde se inclui o Mazda3, 5 outros adversários japoneses, 3 europeus e 1 norte-americano, de um total de 35 viaturas inicialmente elegíveis. Todos serão, agora (re)avaliados pelos 60 jurados do comité, numa acção a realizar no Circuito de Fuji no próximo dia 26.

Troféu nacional por excelência, a Mazda já o conquistou por 6 vezes, sendo o mais recente o da edição de 2015-16, através do local Mazda Roadster (Mazda MX-5 “ND” na Europa), depois do Mazda Demio (Mazda2) o ter também alcançado na edição anterior. Antes, foram os Mazda CX-5 (2012-13) e Mazda MX-5 “NC” (2005-06) a conquistar os mais importantes troféus da indústria automóvel nipónica, terminando-se com um hiato que vigorava desde 1982-83, edição que o Mazda Capella (626 na Europa) foi o mais votado, dois anos depois do Mazda Familia (323 na Europa), o primeiro modelo a receber tal distinção local. O vencedor da presente edição de 2019-2020 será conhecido a 6 de Dezembro, em cerimónia que terá lugar em Tóquio.

São estes alguns exemplos dos múltiplos troféus de “Carro do Ano” que se atribuem anualmente, seja por especialistas de diversos sectores da indústria automóvel, grupos editoriais individualmente, ou conjuntos de publicações de vária índole que, por todo o planeta, elegem as suas viaturas favoritas, contando ou não com o contributo dos seus leitores. Vejamos o que as edições de “Carro do Ano 2019-2020” reservam para a actual geração de modelos Mazda, assente naqueles dois modelos, como os seus maiores e mais recentes expoentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.