Henrique Chaves termina época com vitória

0

Henrique Chaves venceu a segunda corrida da ronda do Autodromo Internazionale di Monza do International GT Open, terminando o campeonato em alta e no terceiro lugar da competição de pilotos na sua estreia nos GT.

Depois do azar de ontem, o português e o seu colega de equipa, Martin Kodric, não baixaram os braços e na qualificação desta manhã o jovem de Torres Vedras assegurou a segunda posição da grelha de partida, ficando a apenas trinta milésimos de segundo do tempo da pole-position.

O arranque para a prova de sessenta e um minutos foi muito disputado e Henrique Chaves viu-se obrigado a ceder uma posição, passando a rodar em terceiro no encalço dos dois primeiros, uma postura estratégica, dado que, entre os homens da frente, era o que tinha menos handicap para cumprir nas boxes.

A estratégia sortiu na perfeição, e no final da troca de pilotos, Martin Kodric estava confortavelmente no primeiro lugar, levando o McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport até à bandeirada de xadrez no primeiro lugar, vencendo a dupla luso-croata pela primeira vez no International GT Open, depois de inúmeras contrariedades ao longo da época lhe ter impedido de subir ao degrau mais alto do pódio. “Durante o meu turno tinha pneus usados, o que não me permitia atacar, mas o objectivo era manter-me próximo dos meus adversários para que pudéssemos ascender ao comando nas paragens para troca de pilotos. A estratégia correu na perfeição e o Martin ficou em primeiro, levando o carro até ao triunfo sem problemas. É uma vitória que já perseguíamos há bastante tempo e hoje tudo correu na perfeição“, afirmou o piloto de Torres Vedras.

Com o resultado deste domingo, Henrique Chaves, e o seu colega de equipa, terminam a temporada do International GT Open no terceiro lugar do Campeonato de Pilotos, com os mesmo pontos dos segundos classificados, um resultado muito positivo, uma vez que o português se estreou este ano no exigente mundo dos GT3. “Foi uma boa forma de terminar o campeonato. Ao longo do ano, mostrámos ser competitivos estivemos na luta pelo título até ao último fim-de-semana. Penso que, para a minha estreia na categoria, foi muito positivo e ajuda-me a promover a minha carreira num mundo que é muito competitivo. Quero também agradecer à Teo Martín Motorsport pelo seu profissionalismo e apoio ao longo de toda a época“, concluiu o jovem luso.

Com a temporada do International GT Open concluída, Henrique Chaves tem ainda pela frente a sua participação na GT Cup dos FIA Motorsport Games, a realizar em Vallelunga entre os dias 31 de Outubro e 3 de Novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.