TCR Ibérico com três “reforços” em Barcelona

0

Chegou a hora de um novo e aliciante desafio para os pilotos do TCR Ibérico que na terceira jornada da época, na pista espanhola de Barcelona, já este próximo fim de semana (20, 21 e 22), juntar-se-ão aos seus colegas do TCR Europa, formando uma grelha com 35 carros. O circuito de Montmelo será palco do maior e melhor plantel da temporada do TCR Ibérico.

Há três novidades a destacar, a primeira das quais é a participação de Evgeni Leonov, um piloto de 36 anos nascido na Rússia mas que tem nacionalidade de Malta e compete este ano, com um CUPRA da equipa espanhola Tecnicars Racing Team, no TCR CER de Espanha. A Leonov juntar-se-ão, como estreantes no TCR Ibérico, o jovem britânico, de 17 anos, Jack Young (Renault Mégane RS), vencedor do British Renault Clio Cup, e ainda o húngaro Zsolt Dávid Scabó (Hyundai i30N).

E se o TCR Ibérico vai entrar, com estas duas corridas em Barcelona, na segunda metade do seu calendário de 2019, o TCR Europa encontra-se na reta final, já que cumpre agora a sexta das sete jornadas. O britânico Josh Files (Hyundai i30 N) é o líder destacado, somando já duas vitórias, com 78 pontos de vantagem face ao alemão Luca Engstler (Hyundai i30 N) e 88 para o francês Julien Briché (Peugeot 308)

Francisco Mora, no CUPRA da Veloso Motorsport, tem sido a grande figura do TCR Ibérico, capitalizando a vasta experiência adquirida em 2018 com as suas participações no TCR Europa, no qual chegou a vencer uma corrida.

O jovem piloto portuense exerceu um domínio acentuado na primeira metade da época, ao vencer três das quatro corridas, começando em grande no Estoril, para depois, em Vila Real, deixar “fugir” a primeira do programa e única até agora, ao cometer um erro que o levou à desistência.

Mora dispõe de uma vantagem de 9 pontos em relação ao estónio Robin Vaks, da ALM Honda Racing, sendo que o colega deste Mattias Vahtel, atual terceiro classificado, soma 21 pontos de diferença. O quarto classificado é Gustavo Moura, já a 34 pontos do líder.

Francisco Mora, Robins Vacks, Mattias Vahtel e Gustavo Moura, o quarteto da frente na tabela classificativa, tem agora, em Barcelona, graças à dinâmica do TCR Ibérico, a oportunidade de medir forças com os melhores pilotos da Europa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.