Excelente jornada da Historic Endurance em Jerez

0
  • Bastos Rezende e Pais do Amaral saem da primeira linha da grelha
  • Corrida animada e com surpresas até ao último minuto
  • Porsche 356 Pre-A de Carlos Beltran/Pablo Tarrero vence o BRM Index Performance

Como é habitual, para a segunda corrida do fim-de-semana de Historic Endurance, a grelha foi formada pelas posições com que terminaram a corrida 1, realizada no Sábado. Em Jerez de La Frontera não foi diferente, mas houve algumas alterações de última hora.

Bastos Resende/Pais do Amaral saíram, assim, da primeira linha da grelha com o seu imponente Porsche 911 3.0 RS e logo com outro Porsche idêntico, de Carlos Brízido/Pina Cardoso atrás. Infelizmente, com problemas no motor, Carlos Barbot não quis arriscar e não alinhou o seu Lotus Elan no terceiro lugar da grelha para a segunda corrida.

O rápido Ford Escort RS 1600 de Miguel Ferreira/Francisco Carvalho ficava logo ali no quarto lugar. Um dado importante, até porque o espanhol Antonio Gutierrez, com o seu Porsche 2.5 ST, que discute a categoria H71 com o Ford da dupla portuguesa, não estava muitos lugares atrás na grelha.

No grupo dos Gentleman Drivers Spirit, Nuno Nunes, com o seu Porsche SWB era o mais adiantado na grelha, tendo Luís Gama Rocha com o seu Ford Cortina Lotus quatro lugares atrás de si, ficando com outro Porsche 911 SWB de Piero Dal Maso ao seu lado. O Porsche 911 3.0 RS de Vaz/Soares saía la de trás e o espetacular Ford Escort MKI de Filipe Nogueira/Carlos Cruz do último lugar da grelha por não terem terminado a corrida 1.

Primeira metade sem sobressaltos, mas final cheio de drama

Com o arranque lançado, o bem preparado Porsche de Bastos/Pais do Amaral desde logo se impôs para começar a cavar segundo atrás de segundo aos restantes concorrentes. Surpreendentemente, o BMW 323i de Jorge Cruz roda no segundo lugar, com o veloz Ford Escort RS1600 de Miguel Ferreira/Francisco Carvalho logo ali à espreita.

Carlos Brízido/João Pina Cardoso discutem o quarto lugar com o Porsche de Martinez/Fuster. Enquanto isso, a dupla Filipe Nogueira/Carlos Cruz com o Ford Escort MKI inicia uma recuperação desde o último lugar da grelha. Lá atrás delicioso ver a luta do Datsun 1200 de Francisco Freitas com o Fiat 127 de Nuno Dias.

O português Nuno Nunes, de Porsche 911 SWB luta com o Porsche 914 do espanhol De La Torre, no meio do pelotão, enquanto Jorge Guimarães com o seu Volvo 121 tem que se cuidar com o Porsche 911 SWB de Dal Maso. José Carvalhosa, de Porsche 2.5 ST debatia-se com o Porsche idêntico de António Gutierrez e antes das paragens obrigatórias nas boxes, o Ford Escort MKI de Filipe Nogueira/Carlos Cruz já roda em sétimo, depois de andar algum tempo junto com o Alfa Romeo GTAm de Bruno Duarte/Filipe Silva. Mais atrás, a dupla pai e filho, Francisco Pinto Abreu/Tomás Pinto Abreu, encontravam no Alfa Romeo GTAm de Santos/Petiz um concorrente à altura, mas depois da paragem nas boxes, o seu handicap nunca mais permitiu que se voltassem a misturar numa luta mais animada.

Por falar em paragens nas boxes, a abertura da janela quando faltava meia hora para o final da corrida, viu o Ford Escort RS 1600 Ferreira/Carvalho e o Porsche 911 3.0 RS de Brizído/Cardoso serem os primeiros voluntários a entrar para o Pit lane, quando seguiam em terceiro e quarto, respetivamente.

Quem não foi afetado foi o Porsche de Bastos/Pais do Amaral que seguia líder até ao final. Em aberto estavam agora os restantes lugares do pódio. O Ford Escort RS1600 de Ferreira/Carvalho seguia em segundo, o Porsche 911 3.0 RS de Brízido/Pina Cardoso em terceiro e logo ali atrás vinha outro Porsche idêntico dos espanhóis Martinez/Fuster a ganhar terreno.

A escassos cinco minutos do final o Porsche de Brízido/Cardoso, que vinha em terceiro, “calou-se”, o que obrigou à sua desistência. Ferreira e Carvalho levaram o Ford Escort RS 1600 ao segundo lugar da geral e venceram a categoria H71, enquanto no terceiro posto ficou a dupla espanhola Martinez/Fuster com um Porsche 3.0 RS, que fazem também o segundo lugar da categoria H76.

Os terceiros desta categoria H76 são Nogueira/Cruz, que trouxeram o seu Ford Escort MKI desde o último lugar, encetando uma excelente recuperação. António Gutierrez leva o seu Porsche 2.5 ST a segundo da categoria H71, depois de uma luta com o Porsche idêntico de José Carvalhosa, que fecha o pódio da categoria. Na categoria Gentleman Drivers Spirit,

Luís Gama Rocha consegue vencer a guerra com o Porsche 911 SWB de Nuno Nunes para levar o seu Ford Cortina Lotus ao lugar mais alto do pódio. No terceiro lugar desta categoria fica a divertida dupla inglesa Bateman/Upsdell, com outro característico Ford Cortina Lotus.

Na luta entre o Fiat 127 e Datsun 1200 foi o Fiat 127 que levou a melhor. Logo atrás vinha outro Datsun 1200 do espanhol Guillermo Velasco se divertiu a lutar com o precioso Porsche 956 Pre-A, dos também espanhóis Carlos Beltran/Pablo Tarrero, estes últimos que acabaram por vencer a categoria H-65 e também a mais importante competição do Historic Endurance, o BRM Index Performance.

Uma nota para o desempenho do Ford Escort RS 2000 de Paulo Vieira/Ricardo Pereira, que vieram do Grupo 1 Portugal “visitar” as corridas de Historic Endurance e que chegaram a rodar num excelente sexto lugar, mas o motor do Ford não quis colaborar quando faltavam apenas 5 minutos para o final da corrida. também com o modelo alemão a não querer colaborar.

A competição do Historic Endurance regressa agora a terras portuguesas para participar no grande evento Estoril Classics, no Autódromo do Estoril, nos dias 12 e 13 de outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.