Ogier e Lappi a um passo do pódio em Portugal

0

Sébastien Ogier e Julien Ingrassia enfrentaram hoje condições de aderência bem mais desfavoráveis do que os outros candidatos aos primeiros lugares, mas lutaram com empenho e brio para estarem agora colocados na quarta posição à Geral, a um passo do pódio. Por sua vez, Esapekka Lappi e Janne Ferm confirmaram o seu forte rendimento aos comandos do C3 WRC, com uma ascensão ao quinto lugar no final de mais um dia bem sucedido.

Representando, só por si, mais de 52% do percurso, esta segunda Etapa, com nada menos de 160,70 km de extensão, tinha tudo para ser o palco da grande luta entre os candidatos ao pódio. E assim aconteceu, confirmando as expetativas.

Quintos a sair para a estrada, quando os outros candidatos ao pódio beneficiaram de condições mais favoráveis (entre o 8º e o 11º lugares da ordem de partida), Sébastien Ogier e Julien Ingrassia enfrentaram logo um piso bastante difícil – que só melhora depois de passarem mais carros – começando o dia da forma mais dura. Mais uma vez, a dupla francesa exibiu a sua inegável capacidade de resistência. Confirmaram as suas ambições com o 3º melhor tempo logo na primeira Especial do dia (ES8), adotando um ritmo que se manteve ao longo de todo o dia, tendo encerrado a Etapa com mais um 3º melhor tempo na segunda passagem em Amarante (37,60 km), apenas a 3,5 segundos do mais rápido. Este notável desempenho permitiu-lhes ascender ao 4º posto à Geral, bem perto do pódio (mais precisamente a 11,8 segundos). Tudo isto na véspera de uma última Etapa que promete ser particularmente animada.

Com o terceiro lugar na ordem de partida, Esapekka Lappi e Janne Ferm viram-se colocados na segunda posição na estrada logo a partir da terceira Especial do dia. Uma clara desvantagem nestas estradas de terra batida – que se tornam mais limpas com a passagem de mais concorrentes – mas que a dupla finlandesa conseguiu superar de forma impressionante, confirmando o seu retorno ao grupo da frente graças ao trabalho feito em conjunto com a equipa nos testes pré-rali. Lappi e Ferm ascenderam ao sétimo lugar na Especial de abertura, passando depois para o sexto posto com o quarto melhor tempo obtido na primeira passagem em Amarante (37,60 km), apenas a 6 segundos do vencedor do troço. Da parte da tarde, registaram mais dois quartos tempos mais rápidos (ES12 & ES13), e, no final da jornada, viram a sua combatividade recompensada com o quinto lugar à Geral.

Com 51,77 km e cinco Especiais para cumprir, a mais longa das quais não chega a totalizar12 km de extensão, a Etapa de amanhã (domingo) vai funcionar como um verdadeiro sprint. Um curto trajeto final que inclui duas passagens pela Especial de Fafe, o qual, como é hábito, deverá estar repleto de espectadores.

O QUE ELES DISSERAM…

Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing

“Ambas as nossas formações tiveram um bom dia hoje. Eu gostaria de destacar, em particular, o desempenho do Esapekka e do Janne, que fizeram tempos de primeira classe apesar de terem uma posição muito difícil na ordem de partida. Estiveram muito confiantes no seu C3 WRC C3 e acho que isso mostra que, juntos, estamos no caminho certo. O Sébastien e o Julien tiveram um dia um pouco mais difícil, onde não lhes foi possível lutar com os seus rivais diretos em igualdade de condições. No entanto, registaram uma jornada sólida, e amanhã muita coisa ainda pode acontecer.”

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT

“Estou satisfeito com meu quarto lugar de hoje. A manhã correu melhor do que a tarde. Apostámos numa escolha de pneus e num alteração do ‘set-up’ do carro que, possivelmente, não foram as decisões mais acertadas para as segundas passagens. Sinto que ainda tenho de conhecer melhor o C3 WRC. Não deixa de ser um resultado positivo até agora, pois estava a contar com o pior devido às condições do piso.”

Esapekka Lappi, Piloto do Citroën Total WRT

“Foi um dia muito bom para nós. Simplesmente, adorei a comportamento do C3 WRC! Fizemos um bom trabalho com a equipa e, agora, o carro combina muito melhor com meu estilo de condução. De facto, isso está em à vista nos tempos que registámos, apesar de nossa posição na ordem de partida. Para amanhã, o objetivo é manter o mesmo ritmo.”

RALI DE PORTUGAL 2019

CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 2ª ETAPA

1º Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) 2:47:23.1
2º Meeke / Marshall (Toyota Yaris WRC) +4.3
3º Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +9.2
4º Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +21.0
5º Lappi / Ferm (Citroën C3 WRC) +1:37.5
6º Suninen / Salminen (Ford Fiesta WRC) +2:02.7
7º Evans / Martin (Ford Fiesta WRC) + 6:10.4
8º Rovanperä / Haltunen (Skoda Fabia R5) + 8:33.8

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.