Dificuldades para a Citroën no Rali da Córsega

0

As formações do Citroën Total World Rally Team, Sébastien Ogier – Julien Ingrassia e Esapekka Lappi – Janne Ferm, não conseguiram hoje mostrar todo o seu potencial, sentindo dificuldades no set-up dos seus carros em estradas predominantemente desconhecidas. Porém, com quase dois terços da Volta à Córsega deste ano ainda por cumprir, ambas as formações estão a um passo dos cinco primeiros.

Ligando Porto-Vecchio a Propriano, a 1ª Etapa de hoje foi invulgar na medida em que não houve nenhuma Assistência Intermédia a meio da Etapa. Do programa constou apenas uma zona para montagem de pneus no intervalo entre as duas passagens da manhã e da tarde. Isto fez a diferença entre ter o set-up certo logo desde o início, ou passar o resto da jornada com problemas de comportamento e condução.

Infelizmente, o Citroën Total World Rally Team lutou com esses problemas de set-up ao longo de todo o dia. Prejudicados por um pião na ES1 e por um set-up bem longe do ideal, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia terminaram a primeira passagem na oitava posição. Enquanto isso, Esapekka Lappi e Janne Ferm protagonizaram um melhor início de prova, chegando a estar no quinto posto antes de também sofrerem um pião (ES3), o que os fez cair dois lugares.

Embora sem conseguirem fazer todas as alterações de set-up que queriam durante a paragem para mudança de pneus, as duas formações – os únicos elementos de uma equipa autorizados a trabalhar nos carros – melhoraram várias configurações nos C3 WRC C3, seguindo as orientações da equipa técnica. O objetivo era, claramente, mostrar mais todo o seu potencial durante a segunda passagem. Mostrando um elevado espírito combativo, Sébastien e Julien conseguiram subir ao sexto lugar à Geral, apenas a 10,2 segundos do quarto lugar, enquanto Esapekka e Janne terminaram a 1ª Etapa de hoje logo atrás dos seus companheiros de equipa.

Representando apenas 35% da distância total a percorrer na edição deste ano da Volta à Córsega, este primeiro dia de prova foi pouco mais que um aperitivo, em comparação com o “prato principal” que será servido amanhã, com o rali a dirigir-se para a zona norte da ilha. As equipas têm pela frente quase 175 km de troços cronometradas, incluindo duas passagens pela nova Especial de Castigniccia (47,18 km) na região central da Córsega. Com as suas estradas estreitas e sinuosas, onde é muito fácil ter um andamento desadequado, muita coisa pode ainda acontecer…

O QUE ELES DISSERAM…

Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing

“Obviamente, estávamos à espera de resultados melhores nesta Etapa de abertura, mas fomos prejudicados por ‘set-ups’ claramente desadequados. Sem Assistência Intermédia a meio da Etapa, as nossas formações foram apenas capazes de fazer pequenas alterações pelas suas próprias mãos, e tentar fazer o melhor possível até ao final do dia. No entanto, mostraram um boa condução tendo em conta que este é o seu primeiro evento totalmente em asfalto com os C3 WRC. Agora, vamos tentar aproveitar ao máximo a Assistência desta noite para corrigir as coisas, e dar-lhes condições para amanhã poderem competir ao seu nível.”

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT

“Foi um dia difícil, lutámos constantemente com problemas de subviragem. Fizemos alguns pequenos ajustes a meio da Etapa e isso ajudou-nos a limitar o tempo perdido durante a tarde, mas não foi o suficiente. Temos algumas ideias sobre como alterar o ‘set-up’ para resolver os problemas, portanto estou a contar com melhores resultados para amanhã. Uma coisa é certa, vamos fazer tudo para subir na classificação.”

Esappeka Lappi, Piloto do Citroën Total WRT

“Nas secções mais largas e rápidas dos troços, forcei muito o meu andamento, mas, ao curvar, tinha exatamente os mesmos problemas do Seb. E também fizemos um pião, o que não ajudou. Acredito que a equipa vai conseguir corrigir as coisas e, no que me diz respeito, vou, obviamente, dar o máximo”.

VOLTA À CÓRSEGA 2019

CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 1ª ETAPA

  1. Evans / Martin (Ford Fiesta WRC) 1:09:39.6
  2. Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) +4.5
  3. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +9.8
  4. Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) +26.1
  5. Suninen / Salminen (Ford Fiesta WRC) +30.9
  6. Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +36.3
  7. Lappi / Ferm (Citroën C3 WRC) +46.3
  8. Loeb / Elena (Hyundai i20 WRC) +2:27.9
  9. Camilli / Buresi (VW Polo R5) +2:46.
  10. Bonato / Boulloud (Citroën C3 R5) +3:06.4

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.