Pirelli faz o rescaldo do G.P. de Inglaterra

0
  • O piloto da Ferrari, Sebastian Vettel, venceu o 350º Pirelli Grande Prémio após uma acesa disputa em Inglaterra
  • O quente e rapido Silverstone, ficou caracterizado por dois safety cars e estratégias de uma e duas paragens
  • Na terça e quarta feira o programa de desenvolvimento da Pirelli para 2019 continua com três equipas

O Grande Prémio de Inglaterra contou com uma acesa e estratégica disputa entre a Ferrari e a Mercedes, após a entrada de dois Safety Car´s nos turnos finais da corrida, transformando a parte final numa emotiva disputa ao cronómetro.

A Ferrari e a Mercedes realizaram diferentes escolhas de estratégias na entrada do primeiro Safety Car, com a Ferrari a optar pela segunda paragem para colocar pneus macios nos carros dos seus pilotos – O composto mais macio disponível.

Ao invés dos pilotos da Mercedes, que continuaram em pista com os pneus de composto médio de forma a manter a posição na pista, realizando apenas uma paragem. Com as temperaturas de pista demasiado elevadas, próximas dos 50º, num dos circuitos mais rápido e exigente do ano em termos de cargas e pressões, todos os compostos demonstraram um elevado desempenho e fiabilidade, no 350º Pirelli Grande Prémio. Agora, a Pirelli vai permanecer em Silverstone para o ultimo teste de dois dias de desenvolvimento de pneus para 2019, com a Haas, Red Bull e Williams.

MARIO ISOLA – DIRETOR DESPOTIVO

“Assistimos a um emocionante e imprevisivel Grande Prémio com diversas estratégias diferentes e a utilização de todos os três compostos. Para além, das diferentes estratégias centradas nos compostos Médio e Macio que perfaziam os primeiros cinco classificados, Nico Hulkenberg em Renault, subiu seis lugares ao realizar apenas uma paragem, com a troca de composto médio para duro. È obvio que a corrida ficou afetada pela entrada dos Safety car´s, que colocaram em causa muitas das estratégias pré-definidas, mas todos os pilotos foram capazes de lutar desde o inicio ao fim com cada composto num dos circuitos mais exigentes da época. Este facto, culminou com um emocionante final, comprovando a espetacularidade da Fórmula Um no 350º Pirelli Grande Prémio ”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.