Final decepcionante para Miguel Ramos no Blancpain GT Series.

0

O Circuito de Monza recebeu hoje a segunda prova da Blancpain GT Series e primeira da Endurance Cup. Ao volante do Lamborghini Huracan GT3, #27, preparado pela Daiko Lazarus Racing Team, o trio composto por Miguel Ramos, Fabrizio Crestani e Giuseppe Cipriani estavam entusiasmados à partida para este evento. Contudo este não foi um bem sucedido fim de semana. Partindo do 50º posto alcançado na qualificação, Cipriani entregou o carro a Crestani no 44º lugar, tendo este subido até 36º durante a segunda hora de prova, fazendo algumas ultrapassagens “no braço” e entregando o Lambo #27 a Miguel Ramos nessa posição. Ramos foi sentindo a potência do carro decrescer cada vez mais, até que no fim das 3 horas de corridao Lamborghini não conseguiu passar a bandeira de xadrez, tendo que entrar direto nas boxes devido a falha no motor.

Segundo Miguel Ramos: “Hoje tivemos uma corrida muito desafiante e sendo muito sincero, estou neste momento com uma forte mistura de sentimentos. Esta é uma pista fantástica, carregada de história, especialmente em termos de provas de endurance. Estivemos os três muito bem ao longo do fim de semana, aliás não se esperaria o contrário em colegas deste calibre, mas o carro teve vários problemas em termos de potência e simplesmente não andava o que pretendíamos nas retas. De qualquer modo isto é Motorsport e temos de continuar em frente. Fizemos individualmentee como equipa, um grande trabalho e estamos agora ainda mais motivados e focados para a próxima corrida”.

A próxima prova do Blancpain será a 19/20 de Maio em Silverstone, mas antes disso Miguel Ramos estará em Paul Ricard para a 2ª do International GT Open no fim de semana de 5 e 6 de Maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.