Miguel Oliveira brilha também no retorno mediático

0
  • Piloto português de 23 anos superou 31 milhões de euros em Advertising Value Equivalent, relativos a mais de 7.000 peças jornalísticas durante 2017

Por entre várias conquistas desportivas em 2017, Miguel Oliveira teve tempo para bater mais um recorde. De acordo com dados da Cision, o piloto português ocupa a primeira posição no que toca a Advertising Value Equivalent (AVE), sendo o atleta individual com maior retorno mediático em Portugal, tendo atingido no ano passado um valor superior a 31 milhões de euros, relativos a mais de 7.000 peças jornalísticas. Com mais este resultado, o jovem piloto almadense confirma, novamente, a tendência crescente tanto da sua notoriedade como da visibilidade do motociclismo, enquanto modalidade desportiva que move multidões, marcas e investidores por todo o mundo.

As maiores fatias deste retorno advêm do online e da televisão, rádio, imprensa especializada e generalista, não estando contempladas nesta análise as redes sociais, onde o piloto tem presença bastante ativa.

Canais e jornais desportivos (especializados) continuam a ser os grandes impulsionadores do mediatismo desportivo do piloto português, assim como os generalistas que também se focam noutras questões mais abrangentes da modalidade, e já ultrapassam a fasquia do milhão de euros anual de AVE.

Miguel Oliveira é único português a competir a tempo inteiro na história do Campeonato do Mundo de Motociclismo, tendo vindo a alcançar sucessivos marcos para a modalidade a nível nacional, com as suas irrepreensíveis performances além-fronteiras. Só em 2017, na categoria Moto2, conseguiu duas pole positions, nove pódios e um hat trick de vitórias nas últimas provas do campeonato (Austrália, Malásia e Valência). A sua sólida prestação levou inclusivamente a que fosse distinguido com o prémio de melhor atleta masculino do ano pela Confederação do Desporto de Portugal.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.