2017 foi ano de crescimento para a FMP

0

No fecho de mais um ano a sede da Federação de Motociclismo de Portugal recebeu no passado Sábado a Assembleia Geral Ordinária da instituição onde foram divulgados os planos de actividades para o próximo ano nas diversas áreas de intervenção da FMP em conjunto com a aprovação do orçamento para o ano de 2018.

Pela primeira vez desde a alteração de estatutos foram os delegados a exercer o seu direito de voto tendo comparecido ao acto 15 dos 40 representantes, dois deles via video-conferência, aos quais se juntaram 13 clubes.

No culminar de um ano de intensa actividade, a FMP teve sob a sua égide 9 campeonatos nacionais em 2017, aos quais de juntaram 3 campeonatos regionais de Motocross, 2 Troféus Regionais de Motocross, 2 Troféus TT (Navegação e Resistência) e ainda Regionais na Madeira (MX/Cross-Country e Supermoto) e nos Açores (MX).

Durante o ano de 2017, marcado por um crescimento a todos os níveis, foram realizadas 143 provas desportivas, mais 23 face ao ano anterior, 32 concentrações e foram emitidas 1379 licenças desportivas, mais 185 que em 2016, no que foi o segundo melhor ano do século em termos de praticantes, apenas ultrapassado pelo ano 2000.

Ao mesmo tempo foram igualmente anunciadas as provas internacionais que irão trazer campeonatos do mundo e da europa a Portugal em 2018, sendo que em termos de campeonatos do mundo o nosso país contará com as visitas dos campeonatos de Motocross, Superbike, Trial, Enduro, Júnior Moto3 e Taça do Mundo de Bajas, provas ás quais se juntam rondas europeias de diversas categorias desde a velocidade ao TT e Motocross.

As diversas comissões desportivas e técnicas revelaram igualmente os seus planos e actividades para 2018, época onde irá surgir mais uma campeonato nacional, Navegação, de encontro aos desejos e necessidades também de uma especialidade em franca expansão em Portugal e na qual se inserem os dois campeões do mundo em campeonatos sob a égide da Federação Internacional de Motociclismo na história do motociclismo português, Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves.

2018 promete mais uma vez ser um ano recheado de muito motociclismo desportivo e associativo, destacando-se igualmente na área do mototurismo a 20ª edição do Portugal Lés-a-Lés que irá em breve ser apresentado de forma oficial e que promete mais uma vez levar vários milhares a descobrir o Portugal que está fora dos roteiros turísticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.