test

Miguel Oliveira quer repetir experiência em quatro rodas

0
  • Prova 3 horas TT SSV Vila de Fronteira deixou no piloto português a vontade de repetir o desafio no próximo ano

Depois de 3h07min58s, a ‘Miguel Oliveira Fan Club Racing Team’ terminou a sua participação das 3 horas TT SSV em Vila de Fronteira na 16ª posição, dentre mais de 40 equipas participantes. A equipa constituída pelo trio Miguel Oliveira, Pedro Ferreira e Filipe Campos deparou-se com alguns problemas mecânicos no seu CAN-AM Maverick X3 XRS durante a prova, mas ainda assim comprovou a sua vontade de vencer, nesta que foi a primeira experiência do piloto de moto2 Miguel Oliveira em quatro rodas.

A corrida de 3 horas foi divida em praticamente iguais partes pela tripla de pilotos, com Pedro Ferreira a abrir as hostes ao volante do CAN-AM com o número #244. A enorme competitividade entre as equipas fez a ‘Miguel Oliveira Fan Club Racing Team’ perder algumas posições de início, mas a recuperar rapidamente, tendo rodado perto dos 10min25 por volta.

Já o também grande piloto Filipe Campos colocou as mãos ao volante em segundo lugar, na altura em que a equipa estava a oscilar entre o 21º e 22º lugar. O piloto tetracampeão em Todo-o-Terreno conseguiu encurtar a distância em relação a posições mais cimeiras, fixando inclusive o melhor tempo da equipa em 10min18,326s.

Miguel Oliveira recebeu o CAN-AM a sensivelmente 50 minutos do término da prova e arrancou para a terceira e última parte da corrida com grande determinação, mas os problemas mecânicos não passaram despercebidos.

#44 Miguel Oliveira

“No segundo turno com o Filipe, perdemos a tração dianteira e a direção ficou muito pesada, sendo que devemos ter partido a caixa de direção. Tínhamos muito potencial para fazer uma prova boa, foi pena. Já ontem tivemos um azar a nível mecânico com o diferencial, mas é sem dúvida uma experiência a repetir. Foi muito positivo por me ter divertido, apesar dos contratempos. Quero fazer um agradecimento também ao Grupo Circuito Cego MX que gentilmente nos receberam e cederam um espaço para podermos experimentar o nosso carro antes mesmos do fim de semana de corridas se ter iniciado”.

O piloto português deixa ainda a porta aberta para repetir a experiência em quatro rodas já na próxima edição.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.