Rodrigo Correia espalhou entusiamo no Caramulo Motorfestival

Rodrigo Correia espalhou entusiamo no Caramulo Motorfestival

 

… e promoveu o Constálica Rallye Vouzela

A paixão pelos desportos motorizados corre nas veias do piloto de Oliveira de Frades desde tenra idade. Em criança ganhou adeptos com as suas “aventuras e peripécias” e, este fim-de-semana, já com 13 anos, ajudou a subir a adrenalina no Caramulo Motorfestival, coadjuvando a promover o Constálica Rallye Vouzela, na estrada nos próximos dias 16 e 17 de Setembro.

A XII edição do Caramulo Motorfestival – Festival Internacional de Veículos Clássicos e Desportivos voltou a arrasar, com mil e um espectáculos de adrenalina a perder de vista. Rodrigo Correia foi uma das figuras de proa da programação multifacetada, contribuindo para elevar os índices de emoção junto do público.

Com apenas 13 anos de idade, o jovem piloto agenciado pela Autojac não deixou os créditos por mãos alheias e exibiu os seus singulares dotes artísticos, quer em cima de uma moto, como de um kart, sem descurar a mítica subida da Rampa do Caramulo aos comandos de um Peugeot 205, viatura com que participa no Campeonato Nacional de Ralicross de Super Iniciação.

«Foi com muita emoção que regressei aos píncaros do Caramulo para acrescentar mais energia ao Caramulo Motorfestival – Festival Internacional de Veículos Clássicos e Desportivos. A felicidade produz-se com amor e carinho e, mais uma vez, agrupei o amor de tudo o que foi feito ao carinho do público que nunca deixou de incentivar», referiu Rodrigo Correia.

Com a agitação a sentir-se a cada aceleradela e o público a responder cabalmente, o jovem piloto procurou oferecer um espectáculo memorável, “desviando-se” com mestria aquando traído pela mecânica da moto e do Peugeot 205, este último com a transmissão partida na hora do arranque no segundo e derradeiro dia de prova.

«Não tenho a menor dúvida de que fui bafejado pela sorte. O público foi, com toda a certeza, a “vitamina” mais apetecida quando as coisas não nos correm como esperamos, mas foi encantador a todos os níveis, pelo que extremamente positivo participar mais um ano nesta enorme festa», sustentou.

«O kart foi dos três veículos que tive à disposição o que mais gostei de conduzir, pois foi o único que não avariou», disse o piloto de Oliveira de Frades em jeito de brincadeira, adiantando que «subir a Rampa do Caramulo ao volante do Peugeot 205 ficará para a história».

De facto, o Rodrigo Correia, da equipa Autojac, passou a usufruir o estatuto do mais jovem português a subir uma rampa, e nada melhor que o fazer próximo de casa, acontecimento que jamais esquecerá e, por isso, agradeceu «aos responsáveis do Caramulo Motorfestival – Festival Internacional de Veículos Clássicos e Desportivos a oportunidade de concretizar este sonho que já alimentava há alguns anos».

Ainda segundo o jovem piloto de 13 anos, «esta participação não deixou de ser também uma excelente oportunidade para coadjuvar a promover o Constálica Rallye Vouzela, prova a efectuar na minha região e que vai para a estrada nos dias 15, 16 e 17 de Setembro».

 

rodrigo