test

Grupo PSA nega qualquer estratégia fraudulenta

0

 

  • O Grupo PSA nega qualquer estratégia fraudulenta e reafirma fortemente a idoneidade das suas soluções tecnológicas

Em resposta a notícias publicadas hoje em alguns meios de comunicação, o Grupo PSA refere que não foi contactado pela justiça. O Grupo está indignado com a transmissão de informações a terceiros, sem que por seu lado tenha tido acesso ao dossier transmitido pelo DGCCRF ao gabinete do procurador, o que o impediu, até à data, de fazer valer os seus argumentos.

O Grupo PSA já explicou, por diversas ocasiões, a sua estratégia de configuração de motores. Esta tem como base o comportamento dos seus clientes na vida real. Ela favorece as baixas emissões de óxido de azoto (NOx) em cidade, garantindo o melhor equilíbrio NOx/CO2 na estrada.

Esta situação prejudica a reputação do Grupo e os interesses dos seus 210.000 funcionários, dos seus clientes e dos seus parceiros. O Grupo PSA reserva-se o direito de apresentar uma queixa por violação do segredo de justiça e das obrigações de confidencialidade das autoridades.

O Grupo PSA recorda:

que respeita as regulamentações em todos os países onde opera e que os seus veículos nunca foram equipados com dispositivos ou software de deteção de testes de conformidade e que ativassem dispositivos de tratamento dos poluentes, que ficariam inativos durante a utilização dos clientes;

que é o único fabricante no mundo a ter implementado um processo de total transparência sobre os consumos e as emissões de CO2 dos seus automóveis em utilização real, processo que, no final de 2017, se verá alargado às emissões de NOx. Os resultados das 400 medições abrangendo 60 modelos (80% das suas vendas europeias) estão disponíveis nos sites internacionais das respectivas marcas.

 

Logo_Grupo_PSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.