Guilherme de Oliveira no “Top-5” em Recas

0

 

  • Piloto de Vila Nova de Gaia está no grupo da frente das Series Rotax Espanha

Um quinto lugar – entre mais de duas dezenas de participantes – na segunda jornada das Series Rotax Espanha, disputada na pista de Recas, próxima de Toledo, foi para Guilherme de Oliveira uma classificação bastante positiva… apesar de ter ficado a dois pontos de conquistar um lugar no pódio! O piloto de Vila Nova de Gaia passa a figurar nos lugares cimeiros do campeonato do país vizinho, embora Guilherme de Oliveira, que completou apenas 12 anos de idade em janeiro, tenha ficado mais satisfeito com a sua performance, dado que faz esta época a sua estreia na exigente categoria Júnior (dos 12 aos 15 anos).

Depois de umas merecidas férias quer escolares quer desportivas, Guilherme de Oliveira – líder do Campeonato Nacional de Karting da categoria Júnior, assim como do Rotax Max Challenge Portugal – regressou à competição de forma muito positiva, mostrando um andamento muito rápido e consistente na segunda jornada das Series Rotax Espanha, disputada na pista de Recas, próxima de Toledo, por 24 concorrentes.

O piloto de Vila Nova de Gaia foi sétimo classificado nos treinos cronometrados, garantiu um sexto e um quinto lugares nas duas corridas – tendo na segunda ficado a 33 milésimos de segundo (!) da volta mais rápida –, resultados que somados lhe permitiram regressar a Portugal com a quinta posição final… mas a dois pontos de garantir um lugar no pódio!

“Nos treinos cronometrados não consegui fazer uma ‘volta limpa’, pelo que tive de partir da 7ª posição na Corrida 1. Fiz um mau arranque, caí algumas posições, mas consegui depois terminar a corrida a discutir a quinta posição. Na Corrida 2, ainda rodei no terceiro lugar, mas um toque no spoiler do meu kart fez com que perdesse alguns lugares. Mas felizmente consegui manter-me em pista e ainda recuperei até à quinta posição”, comentou Guilherme de Oliveira, para depois nos responder quanto ao facto de estar agora nos lugares cimeiros da tabela classificativa:

“É gratificante, mas ainda existem muitas jornadas por disputar, pelo que, para já, quero pensar prova a prova e não em termos de campeonato. Por outro lado, temos que contar com os azares. Por exemplo, na primeira prova tive problemas de motor. Mas vou estar empenhado em evoluir cada vez mais e conto como o apoio da minha equipa QZ Racing Team, em especial do Zelito (José Santos) e do Quim Zé, assim como do incentivo que tenho recebido dos meus patrocinadores, da minha família, dos meus amigos, do Colégio Nossa Senhora da Bonança, da minha professora de apoio, Marta Marques, e da minha preparadora física, Carolina Rolim”, concluiu Guilherme de Oliveira, piloto patrocinado pela Quinta do Fontelo, Ranatrans, Cetaform, 4Track e Scope.

 

guilherme_oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.