Bruno Ponte ‘traído’ pela mecânica no Europeu de Karting

0

 

  • Piloto da Madeira correu este fim de semana no circuito belga de Genk

Bruno Ponte nem queria acreditar quando na Pré-final da primeira prova do Campeonato da Europa de Karting da categoria X30 Sénior, disputada este fim de semana, no circuito belga de Genk, o cabo do acelerador do seu kart partiu numa altura em que era 13º classificado – na sétima de 14 voltas – e ainda podia recuperar várias posições para assegurar um bom lugar na grelha de partida para a Final. O piloto da Madeira foi assim obrigado a abandonar e não disputou a Final, também devido a uma lesão no braço, ficando, contudo, bem clara a sua rapidez que certamente irá impor na próxima prova do Europeu, que se realizará na pista de Salbris, em França, entre os dias 18 e 21 de maio.

O britânico Jordan Brown-Nutley foi o vencedor na Bélgica. Bruno Ponte deu uma demonstração de grande resiliência desde sexta-feira, altura em que na sessão única de treinos cronometrados começou a perder pressão no carburador, não conseguindo por isso mesmo melhor do que a 36ª marca! Mas nas três mangas de qualificação recuperou sempre várias posições e, ao contrário do que muitos já vaticinavam, apurou-se diretamente para a Final, ao ser 23º classificado na soma de todos os resultados nas mangas, ficando, assim, integrado nos 28 melhores, enquanto os outros concorrentes tiveram de disputar a corrida de repescagem que apurou mais seis pilotos para a Final, sendo esta precedida de uma Pré-Final.

E foi precisamente na Pré-Final – disputada em 14 voltas – que Bruno Ponte viu goradas as suas possibilidades de, no mínimo, passar já a integrar o top-10 da Europa. Depois de largar da 23ª posição, na sétima volta, o cabo do acelerador partiu e obrigou o piloto da Red Line Motorsport, que correu com chassis Haase, a abandonar.

“Foi uma prova muito difícil. Primeiro porque vi-me condicionado após o problema mecânico que tivemos nos treinos cronometrados, o que me obrigou a rodar sempre nos limites nas mangas de qualificação para conseguir o apuramento direto para a Final. Cumpri esse objetivo, mas na Pré-Final, quando já tinha recuperado 10 posições, o cabo do acelerador partiu e tive de abandonar… e com uma lesão também num braço. Sei que as corridas são assim, mas lamento porque tudo estava a correr bem para poder largar de uma posição favorável na Final e muito provavelmente terminaria no top-10. Agora há que pensar na próxima prova para o Campeonato Nacional, a disputar nos dias 8 e 9 de abril, em Leiria… e depois pensar que na segunda jornada do Europeu, em França, entre os dias 18 e 21 de maio, não terei tanto azar como tive na Bélgica”, comentou Bruno Ponte, no final da prova de Genk, piloto madeirense que ainda tem 16 anos de idade.

 

Bruno Ponte em Genk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.