José Pedro Fontes e Inês Ponte são segundos em Mortágua

0

 

A dupla José Pedro Fontes/Inês Ponte ocupa o 2º lugar da prova, com somente 1 segundo de atraso para a equipa mais rápida no final do primeiro dia do Rali de Mortágua, 6ª prova do Campeonato Nacional de Ralis.

A dupla da equipa Citroën Vodafone Team venceu a PEC2, Mortágua 2, depois de ter sido segunda na primeira passagem pela mesma classificativa, que abriu o percurso competitivo do Rali organizado pelo Clube Automóvel do Centro (CAC). Já de noite terminaram a curta Super-Especial traçada nas ruas da cidade com o 7º melhor tempo, cedendo escassos 40 centésimos de segundo para a principal dupla adversária.

José Pedro Fontes vai agora procurar manter um ritmo aceso, no segundo e último dia, por forma a assumir o comando da prova, buscando mais um triunfo nesta temporada e, dessa forma, dilatar a sua vantagem na liderança do CNR.

O Campeonato Nacional de Ralis prossegue este fim-de-semana, com a realização do Rali de Mortágua, que hoje cumpriu o primeiro de dois dias de um percurso que utiliza algumas dos mais emocionantes estradas de terra da região centro. A prova organizada pelos homens do Clube Automóvel do Centro (CAC) tem a dupla da Citroën Vodafone Team, formada por José Pedro Fontes e Inês Ponte na 2ª posição da classificação geral, a apenas 1s da líderança.

Seguindo o programa estabelecido desde o arranque da presente temporada, a Citroën Vodafone Team alinha nesta 6ª prova do Campeonato Nacional de Ralis com o apoio da Citroën e da Vodafone como patrocinador principal, o R5 ostenta ainda as cores da Milaneza, ExpressGlass, LG e Total, entidades parceiras deste projeto.

«Foi um primeiro dia calmo, sem correr grandes riscos, nomeadamente na super-especial, onde os eventuais erros se pagam caros. O carro está fantástico pelo que amanhã iremos atacar, adaptando o ritmo em função do desenrolar da prova, naturalmente que a lutar pela vitória, mas a pensar nos pontos para o campeonato» esclareceu José Pedro Fontes, a propósito da sua prestação no Rali de Mortágua, no final deste primeiro dia da prova.

Um dia em que o piloto do Citroën DS3 R5 com o nº 1 foi o mais rápido na PEC2, Mortágua 2, depois de ter aberto as hostilidades com o 2º melhor tempo na primeira passagem por aquela classificativa. Na Super-Especial, sem arriscar e com um andamento cauteloso, efetuou o 7º melhor tempo, cedendo, assim, a líderança da prova, embora não se arredando do caminho para a vitória.

Amanhã, sábado, os concorrentes terão na ementa mais seis PEC, repartidas por duplas passagens pelas classificativas de Tojeira, Rigueiras e Montebelo/Aguieira, esta última a mais longa da prova, com 23,20 km e que inaugura a derradeira Secção do rali, já depois da pausa para o almoço.

O Rali de Mortágua encerrará com a cerimónia do pódio, a partir das 18h00, na Câmara Municipal de Mortágua, durante a qual serão entregues os prémios aos pilotos concorrentes.

CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS O 1º DIA:

Sexta-feira, 16 de Setembro

1º Pedro Meireles / Mário Castro (Skoda Fabia R5), 21m21,10s; 2º José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën DS 3 R5), a 1s; 3º Miguel Barbosa / Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5), a 4,3s; 4º João Barros / Jorge Henriques (Ford Fiesta R5), a 11,3s; 5º Carlos Vieira / Jorge Carvalho (Citroën DS 3 R 5), a 22,6s.

 

cvt_mortagua1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.