Álvaro Parente fica de novo perto do pódio

0

 

Álvaro Parente esteve em excelente plano em Brands Hatch e terminou a Corrida principal da segunda ronda Blancpain GT Series/Sprint Cup de 2016 – considerado o Campeonato da Europa de GT Sprint – no quarto posto a pressionar o terceiro classificado.

Para a Corrida de Qualificação o português arrancou bem da sexta posição da grelha de partida e conseguiu ganhar um lugar, entrado nas boxes no quinto posto para a troca de pilotos. Contudo, um dos pneus foi difícil de tirar do McLaren 650S #58 da Garage 59, o que significou a perda de onze segundos e dois lugares, atirando Rob Bell para a oitava posição final entre os trinta e sete carros presentes em pista.

Na Corrida Principal o inglês alinhou no oitavo lugar da grelha de partida, mas num turno com um excelente ritmo, o colega de equipa de Álvaro Parente conseguiu subir duas posições até entregar o carro o piloto do Porto.

O português prosseguiu a recuperação iniciada pelo seu colega de equipa e rapidamente ascendeu ao quinto posto. Uma intervenção do Safety-Car permitiu-lhe encostar aos escapes do quarto classificado e, pouco depois de reinício da corrida, Álvaro Parente, numa manobra plena de oportunidade e de mestria, conquistou o quarto posto.

O terceiro lugar e uma subida ao pódio estava ainda no horizonte e o piloto oficial da McLaren GT tudo fez para desfeitear o seu adversário mas este, num circuito onde as ultrapassagens são extremamente difíceis e num campeonato em que o nível de pilotagem é elevadíssimo, resistiu à pressão do português.

“Na primeira corrida poderíamos ter conquistado um resultado melhor, mas um problema durante a nossa paragem nas boxes acabou por ser determinante para a nossa classificação. Na segunda, a mais importante, realizámos uma boa recuperação, é certo que fomos beneficiados com a situação de Safety-Car, mas fizemos boas ultrapassagens que foram preponderantes para que subíssemos na classificação. Foi pena ter sido impossiível alcançar o pódio, mas o Bentley é muito rápido nas rectas”, sublinhou o piloto oficial da McLaren GT.

Álvaro Parente acaba por realizar um balanço positivo da segunda ronda daquele que é considerado o campeonato de carros de GT mais importante do mundo, mas aponta que é necessário continuar a trabalhar. “A McLaren GT quando entra numa corrida é para vencer, mas atendendo a todas as circunstâncias deste fim-de-semana, considero que este quarto lugar é um resultado muito positivo, até por que nos mantém entre os primeiros do campeonato. O McLaren 650S mostrou-se muito competitivo em corrida, mas temos que trabalhar nas paragens nas boxes, uma vez que ainda temos alguma margem de progressão nessa área”, enfatizou o português que está no quinto lugar da Taça de Pilotos a nove pontos dos líderes.

A próxima etapa do Blancpain GT Series/Sprint Cup disputa-se em Nurburgring a 3 de Julho, mas entretanto Álvaro Parente terá ainda três rondas do Pirelli World Challenge.

AParente_FT_16025

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.