Rally Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas: 34 anos de história e na alta roda internacional

0

Fafe e as regiões de Felgueiras, Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e de Boticas, que nos próximos dias 11, 12 e 13 deste mês vão receber o Rally Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas, prova de abertura do Campeonato da Europa (FIA ERC) e do Campeonato de Portugal de Ralis, há muito fazem parte da elite mundial desta modalidade do desporto automóvel. Aliás, continuam a correr mundo, entre outras, as imagens das classificativas da Cabreira, de Vieira do Minho e de Fafe, com particular incidência do famoso salto da Pedra Sentada, na Lameirinha, porventura o mais conhecido do planeta dos ralis.

Pelo terceiro ano consecutivo, Fafe recebe o Europeu, depois da estreia em 2020, então com a designação de Rally Fafe Montelongo e em classificativas de asfalto. Nessa edição que marcou a entrada no calendário da segunda competição mais importante de ralis da FIA, o russo Alaxey Lukyanuk (Citroen C3 R5) colocou o seu nome no quadro de honra da prova no ano em que conquistou o seu segundo título europeu. Em 2021, já no formato atual, em pisos de terra, foi o “mundialista” norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally 2 Evo) a vencer numa época em que também ele se sagrou campeão.

Ainda antes de fazer parte do Europeu, o “Serras de Fafe” foi aproveitado pela equipa da Hyundai para preparar a prova portuguesa do Mundial em 2019 e 2020, sendo que no primeiro ano Dani Sordo venceu de forma categórica, enquanto na edição seguinte tanto ele como Ott Tanak competiram extra-rali, não entrando, por isso, na classificação.
Em 34 anos de história, Fernando Peres continua a ser “o rei de Fafe”, com seis vitórias absolutas nos ralis pontuáveis no Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) – e soma mais quatro sucessos nas provas do Campeonato Norte de Ralis… –, deixando a uma larga distância Carlos Bica e Bruno Magalhães, ambos com três triunfos. Com dois sucessos nas classificativas de terra de Fafe surgem seis pilotos: José Miguel Leite Faria, Adruzilo Lopes, Miguel Campos, Pedro Meireles, Bernardo Sousa e Ricardo Moura.

Os últimos vencedores
2021 (ERC) – Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rallye 2)
2020 (ERC*) – Alexey Lukyanuk (Citroen C3 R5)
2020 (CPR) – Armindo Araújo (Skoda Fabia Rallye 2 Evo)
2019 (CPR) – Dani Sordo (Hyundai i20 R5)
2018 (CPR) – Ricardo Moura (Ford Fiesta R5)
2017 (CPR) – Pedro Meireles (Skoda Fabia R5)

(*) Rally Fafe Montelongo (asfalto)

UMA CIDADE COM O MUSEU DO RALI

A região de Fafe há muito que faz parte da história dos ralis mundiais e o seu nome é indissociável desta modalidade automobilística. A cidade adora o desporto automóvel e em 2021, por iniciativa do Clube Automóvel de Fafe, com o apoio da Câmara Municipal, foi inaugurado o Museu do Rali, o qual reúne um conjunto de carros verdadeiramente icónicos.
Agora, mesmo fora dos dias de ralis, os entusiastas têm motivos de interesse para reviver algumas das “máquinas” que já os fizeram vibrar nas classificativas da região e não só.

MUSEU DO RALI
Rua Guerra Junqueiro
Edifício Nun’Álvares
4820-263 Fafe
Tlf – 967 013 911
GPS: 41 27’13.55’’N
8 09’54.99’’0

RALI SERRAS DE FAFE-FELGUEIRAS-CABREIRA E BOTICAS’2022
Programa

SEXTA-FEIRA (11 março)

13:00/14:30 – Treinos Livres – Lagoa (3.04 km)
15:00 – Qualifying – Lagoa (3,04 km)
16:30/18:30 – Shakedown – Lagoa (3,04 km)
18:00 – Escolha da Ordem de Partida (Pavilhão Multiusos)
21:03 – Partida da Rua Angelo Medon (Fafe)
PEC 1 – Super Especial de Fafe (1,43 km) 21:08
Entrada em Parque Fechado (frente ao Pavilhão Multiusos) 21:18

SÁBADO (12 março)

Partida do Parque da Cidade (frente ao Pavilhão Multiusos) 07:20
Entrada no Parque de Assistência 07:27
Saída do Parque de Assistência 07:42
PEC 2 – Boticas 1 (15,05 km) 09:00
PEC 3 – Cabeceiras de Basto 1 (10,84 km) 10:17
PEC 4 – Vieira do Minho 1 (16,93 km) 11:20
PEC 5 – Luílhas 1 (11,86 km) 12:20
Início do Reagrupamento (Praça Mártires do Fascismo) 12:59
Final do Reagrupamento (Praça Mártires do Fascismo) 13:14
Entrada no Parque de Assistência 13:21
Saída do Parque de Assistência 13:51
PEC 6 – Boticas 2 15:09
PEC 7 – Cabeceiras e Basto 2 16:26
PEC 8 – Vieira do Minho 2 17:29
PEC 9 – Luílhas 2 18:29

Entrada na Zona Técnica (Praça Mártires do Fascismo) 19:08
Saída da Zona Técnica (Praça Mártires do Fascismo) 19:18
Entrada no Parque de Assistência 19:25
Saída do Parque de Assistência 20:10
Entrada no Parque Fechado (Praça Mártires do Fascismo) 20:25

DOMINGO (13 março)

Saída do Parque Fechado (Praça Mártires do Fascismo) 07:15
Entrada no Parque de Assistência 07:22
Saída do Parque de Assistência 07:37
PEC 10 – Montim 1 (8,73 km) 08:08
PEC 11 – Seixoso 1 (9,97 km) 08:40
PEC 12 – Santa Quitéria 1 (9,18 km) 09:15
PEC 13 – Lameirinha 1 (14,83 km) 10:08
Entrada no Reagrupamento (Praça Mártires do Fascismo) 10:48
Saída do Reagrupamento (Praça Mártires do Fascismo) 11:12
Entrada no Parque de Assistência 11:19
Saída do Parque de Assistência 11:49
PEC 14 – Montim 2 12:20
PEC 15 – Seixoso 2 12:52
PEC 16 – Santa Quitéria 2 13:27
Início do Reagrupamento (Praça Mártires do Fascismo) 14:03
Final do Reagrupamento (Praça Mártires do Fascismo) 14:39
PEC 17 – Lameirinha 2 – POWER STAGE 15:08
Parque Fechado (Praça Mártires do Fascismo) 15:47

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.