Paulo Neto inicia época do Campeonato de Portugal de Ralis num palco internacional

0
  • O Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira-Boticas (11 a 13 de março) marca o início de mais uma temporada no Campeonato de Portugal de Ralis para Paulo Neto e o navegador Vítor Hugo.
  • Piloto de Sintra, um dos concorrentes com mais participações no principal escalão dos ralis nacionais, está motivado para mais uma época entre a elite da modalidade em Portugal.

A carreira de Paulo Neto nos ralis começou oficialmente em 1990, no saudoso Campeonato de Iniciados, onde começou por guiar um Opel Kadett GSi. Mais de três décadas volvidas, Paulo Neto é um dos mais respeitados pilotos dos ralis nacionais e prepara-se para iniciar mais uma temporada no mais importante campeonato do automobilismo nacional, o Campeonato de Portugal de Ralis.

Será no Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira-Boticas, que se disputa entre sexta-feira e domingo (11 a 13 de março) que a época nacional terá o seu arranque, num evento que pontua também para o Campeonato Europeu FIA (ERC). Um momento que leva Paulo Neto a refletir sobre o passado e o futuro.

“De facto, são muitos anos ligado a este desporto, uma modalidade que me continua a despertar emoções únicas e a apaixonar milhares e milhares de pessoas em todo o país”, afirmou Paulo Neto. “Somos uma verdadeira equipa privada, uma das poucas que restam. Fazemos todos os anos um grande esforço para estar no CPR, de forma consecutiva desde 2009 e com custos cada vez maiores. Basta ver que não nos inscrevemos na prova do Europeu deste rali, porque entre a inscrição e o custo total do evento isso significaria uma parte importante do nosso orçamento. Não faz sentido, por exemplo, que os quatro primeiros ralis do ano possam ser ganhos por pilotos que não disputam o CPR. Estamos neste desporto por paixão, mas também fazemos as coisas com o máximo profissionalismo e ponderação. É com esse espírito que vamos começar mais um campeonato, num rali que terá troços com versões diferentes dos anos anteriores. A nossa posição de partida obriga-nos a uma postura inteligente, pois vamos encontrar as especiais bastante degradadas e traiçoeiras”, analisou o piloto de Sintra.

Paulo Neto e o experiente Vítor Hugo vão competir este ano com a mais recente evolução da Skoda Motorsport, o Fabia Rally2 Evo, carro que só descobriram recentemente, nos troços de asfalto do Rali das Camélias.

O Rali de Fafe-Felgueiras-Cabreira-Boticas abre oficialmente esta sexta-feira (dia 11), com uma Super Especial citadina em Fafe. Os concorrentes inscritos no CPR disputam depois as oito classificativas do dia seguinte, com duplas passagens pelos troços de terra de Boticas (15,05 km), Cabeceiras de Basto (10,84 km), Vieira do Minho (16,93 km) e Luílhas (11,86 km).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.