Arranque positivo para Miguel Oliveira no Qatar

0

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou esta sexta-feira com o 13.º melhor tempo o primeiro dia de treinos livres no Grande Prémio do Qatar de MotoGP, prova de abertura do Campeonato do Mundo de Velocidade em motociclismo.

Miguel Oliveira, de 27 anos, fez a sua melhor volta em 1.54,530 minutos, terminando a 0,621 segundos do mais rápido, o espanhol Alex Rins (Suzuki).

O espanhol Marc Márquez (Honda) foi o segundo mais rápido, a 0,035 segundos de Rins, com o espanhol Joan Mir (Suzuki), antigo campeão, na terceira posição, a 0,147 segundos do seu companheiro de equipa.

“Foi um dia em que terminámos perto do top-10 na segunda sessão. O objetivo era fazer os tempos rápidos hoje, porque era quando havia as melhores condições [da pista]. Mas não foi o suficiente. Sinto-me bem com a mota, estou a divertir-me, mas falta uma décima ou outra”, frisou o piloto português, natural de Almada, que ficou a apenas 82 milésimas de um lugar entre os 10 mais rápidos, que garante a passagem direta à segunda fase da qualificação, a Q2.

Miguel Oliveira tem, agora, uma outra oportunidade de entrar diretamente na Q2 na terceira sessão de treinos livres, a disputar sábado. “Sabemos que o Qatar é uma pista difícil para nós. Vamos tentar tirar o máximo possível da mota que temos. É difícil ver qual é o que tem melhor ritmo que o outro. As diferenças de tempo não são muitas, mas as diferenças de temperatura e de vento podem mudar muito a pista. No início da sessão a pista não estava má, o que me fez pensar que amanhã [sábado] na FP3 posso tentar melhorar”, explicou o piloto luso, que se mostrou “a favor” da antecipação dos horários desta corrida, a única disputada à noite.

Miguel Oliveira revelou, ainda, sentir “mais tração à saída das curvas”. “Aqui temos um pneu mais macio do que na época passada, o que ajuda um pouco, mas é igual para toda a gente. A mota melhorou. Vamos ver amanhã. Estou curioso ver como se vai comportar em corrida e ver as escolhas de pneus dos outros pilotos”, finalizou o corredor da KTM, que tinha sido o 10.º mais rápido na primeira das duas sessões de treinos livres hoje disputadas.

O GP do Qatar é a primeira de 21 corridas do Mundial de Velocidade em Motociclismo, cuja quinta jornada se disputa no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, a 24 de abril.

Fonte: Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.