Rovanperä e Toyota triunfam na Suécia

0

Toyota GR YARIS Rally1 triunfa na neve sueca

A TOYOTA GAZOO Racing celebrou a primeira vitória do seu novo GR YARIS Rally1, após Kalle Rovanperä ter garantido a vitória no Rali da Suécia, a segunda prova do Campeonato Mundial de Ralis da FIA de 2022. A dupla, Kalle Rovanperä e o co-piloto Jonne Halttunen, alcançou a sua terceira vitória no WRC e sai da Suécia na liderança do campeonato.

Numa prova que marcou o regresso da dupla à equipa, Esapekka Lappi e o seu co-piloto Janne Ferm conseguem subir ao pódio, colocando 2 pilotos da Toyota GAZOO Racing World Rally Team (TGR WRT) no pódio da prova sueca.

Do programa TGR WRT Next Generation, o Japonês Takamoto Katsuta e o seu co-piloto Aaron Johnston terminaram em quarto lugar. Elfyn Evans lutou pela vitória praticamente até ao fim, mas, devido a um peão, foi forçado a desistir da prova sueca.

A TOYOTA GAZOO Racing assume a liderança do campeonato de fabricantes, com uma vantagem de 24 pontos.

Resumo do Rali:

Na sexta-feira 25 de fevereiro, Esapekka Lappi começou bem o seu primeiro evento com a Toyota desde 2018, sendo o mais rápido e assumindo a liderança, logo na segunda de sete especiais do dia. Kalle Rovanperä conseguiu uma vantagem em SS3, mas esteve em desvantagem à tarde, uma vez que teve que abrir a estrada. Elfyn Evans venceu uma especial à tarde (SS4), assumindo a liderança. No entanto, ao final do dia perdeu tempo devido ao maior desgaste dos pneus. Kale Rovanperä conseguiu mais uma vitória, em SS7, para terminar o dia em segundo da geral, a apenas 4,3s da liderança. Evans terminou em terceiro, a 3,1s do colega, seguido de Lappi a 1,4s, em quarto.
No final do emocionante primeiro dia do rali, os três pilotos da TOYOTA GAZOO Racing estavam entre os quatro primeiros, separados por apenas 8,8 segundos. Takamoto Katsuta do programa TGR WRT Next Generation, terminou em sexto.

No sábado, a primeira especial (SS8), foi prova evidente da velocidade do GR Yaris Rally1. Os 4 Toyota foram os mais rápidos, com Evans a destacar-se dos demais. Rovanperä recuperou a liderança à geral e ampliou-a com uma vitória na especial seguinte. Depois de subir para o segundo lugar da geral, Evans começou bem a tarde ao vencer SS11 e ficando a 1,2s de Rovanperä, que respondeu, já com o cair da noite, com o melhor tempo em SS14. Rovanperä estava muito seguro na neve sueca e ainda dilatou a sua liderança na especial final.
Lappi continuou a ter um desempenho muito regular ao longo do dia, concluindo o dia a 4,2s da terceira posição. Num dia muito positivo para a equipa, quatro pilotos Toyota foram para o descanso entre os cinco primeiros. Takamoto Katsuta continuou a sua aprendizagem e conquistou a quinta posição, após um desempenho consistente.

Evans foi penalizado em 10s ao final da noite após um incidente na última especial de sábado, mas a suas esperanças de vitória terminaram logo no início do dia de domingo. Tendo começado com o sistema híbrido desativado devido a um problema, Evans fez um peão e danificou a frente do carro. Depois de parar para reparar os danos, chegou ao final da especial, com a unidade híbrida sem a luz verde acesa, sendo forçado a desistir (de acordo com os procedimentos de segurança da FIA).

Rovanperä venceu a primeira das quatro especiais de domingo aumentando a sua liderança, terminando a prova com 22s de vantagem. Ao vencer o Rally da Suécia, Rovanperä rivaliza com o seu pai, Harri, que conquistou a vitória no evento, em 2001. Com este resultado Rovanperä passou para a liderança do campeonato de pilotos, com 14 pontos de vantagem.

Lappi esteve numa luta acesa pela segunda posição, durante todo o dia, terminando a apenas 8,6s do segundo lugar.

Três carros GR YARIS Rally1 terminaram nos quatro primeiros lugares da geral, com Takamoto Katsuta e o co-piloto Aaron Johnston a terminar na quarta posição da geral conseguindo pontos para o programa TGR WRT Next Generation.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO RALI DA SUÉCIA (Informação de domingo 15:30 www.WRC.com)

1 Kalle Rovanperä/Jonne Halttunen (Toyota GR YARIS Rally1) 2h10m44.9s
2 Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 N Rally1) +22.0s
3 Esapekka Lappi/Janne Ferm (Toyota GR YARIS Rally1) +30.6s
4 Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR YARIS Rally1) +2m19.4s
5 Gus Greensmith/Jonas Andersson (Ford Puma Rally1) +3m20.4s
6 Oliver Solberg/Elliott Edmondson (Hyundai i20 N Rally1) +5m39.4s
7 Andreas Mikkelsen/Torstein Eriksen (Škoda Fabia Rally2 evo) +7m11.1s
8 Ole Christian Veiby/Stig Rune Skjærmoen (Volkswagen Polo GTI R5) +7m34.3s
9 Jari Huttunen/Mikko Lukka (Ford Fiesta Rally2) +8m14.2s
10 Egon Kaur/Silver Simm (Volkswagen Polo GTI R5) +8m24.8s

Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR YARIS Rally1) não terminaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.