Diogo Ventura de regresso aos motores a quatro-tempos

0
  • Novo ano começa no Domingo

Com quatro títulos absolutos na sua carreira Diogo Ventura regressa em 2022 à utilização de motores a quatro-tempos para tentar mais um título nacional de Enduro.

Campeão nacional nos três últimos anos sempre com a Beta – depois de se ter igualmente sagrado campeão em 2017 pela primeira vez – o piloto da casa italiana quer agora não apenas ‘encher a mão’ mas também levar o ‘tetra’ para as cores da casa tuscana que tem a sua filial portuguesa na ‘cidade berço’ de Portugal, Guimarães.

O primeiro passo para atingir esse objectivo está agendado já para o próximo Domingo em Tábua, localidade que recebe a primeira prova do campeonato e onde o piloto da Alves Bandeira irá ser obrigatoriamente um dos protagonistas num terreno onde já venceu provas de Enduro Sprint.

‘Este ano regresso aos motores a quatro-tempos e naturalmente que quero continuar a vencer. Em três anos com a Beta consegui sempre sagrar-me campeão nacional e se no final desta temporada assinar o ‘tetra’ será naturalmente motivo de orgulho tanto para mim como para a equipa. Mas temos que levar as corridas uma de cada vez pois a concorrência é muito forte e em outros momentos da minha carreira a primeira corrida do ano não foi de todo a mais positiva. Sei que estou preparado bem como a minha moto e toda a equipa, vamos como sempre dar tudo o que temos para começar bem o campeonato, mas acima de tudo para preparar o melhor final.’

Palavras do piloto de Góis antes da curta viagem que fará até Tábua para este arranque de época 2022. Recorde-se que Diogo Ventura discutirá o campeonato aos comandos da mais recente geração da Beta RR 390, moto com a qual irá lutar pelo quarto título consecutivo na sua carreira, o quinto absoluto e que a acontecer será o seu segundo com uma moto equipada com motor a 4 Tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.