Rui Gonçalves de novo no “Top Ten”

0

A décima etapa do Dakar 2022 voltou a ser uma etapa longa, rápida e que voltou a exigir atenção redobrada na navegação no deserto saudita. Rui Gonçalves evidenciou um andamento bastante forte, terminando o dia inserido no grupo dos dez mais rápidos.

Rapidez tem sido a palavra de ordem nesta segunda semana do Dakar, com as especiais a oscilarem em termos de piso, mas com o traçado a exigir o máximo em termos da motorização da Sherco FSE 450 e uma redobrada atenção por parte de Rui Gonçalves nos instrumentos de navegação.

O piloto de Vidago conclui os 374 km cronometrados em 3h12m, tempo final que por si só evidencia o ritmo absolutamente fantástico de Rui Gonçalves neste décimo dia de competição.

Rui Gonçalves: “A etapa era muito rápida e, inicialmente, ia com um bom ritmo mas, muito perto do km 200, encontrei um waypoint que não abria e perdi alguns minutos a tentar validar esse mesmo WP.
Depois da neutralização consegui atacar e andar rápido até ao final da etapa e, assim, recuperar algum do tempo perdido subindo até ao 9º lugar.
O piso variou muito ao longo da etapa, desde zonas rápidas, rios secos com pedra e areia, foi um dia positivo inserido de novo nos dez primeiros.
Neste momento já estou concentrado e focado no penúltimo dia deste Rally Dakar.
Queria agradecer a todos vocês que têm dado um apoio incrível!
Hoje foi um dia particularmente difícil para o Joaquim Rodrigues e para todos nós com os 2 anos que passaram desde a partida do nosso Paulo que tanta falta nos faz.”

A penúltima etapa do Dakar 2022 irá efetuar um “loop” à volta da localidade de Bisha num total de 500 km, 345 km dos quais disputados ao cronómetro. Será uma etapa bastante técnica e que poderá provocar mudanças na tabela classificativa desta prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.