João Vairinhos na Taça da Madeira João Sousa para lutar pela vitória

0

Este fim de semana João Vairinhos, está de regresso á competição, depois de uma paragem de dois anos, para disputar a Taça da Madeira de Karting João Sousa, que é a prova mais importante da temporada, onde se destaca um recorde de 62 inscritos e que se disputa como é habitual no Kartódromo do Faial.

Neste seu regresso pontual á competição, em virtude de o piloto do CPKA ter abandonado as competições em 2019, Vairinhos faz questão de participar sempre na grande festa do karting madeirense e ajudar a promover a modalidade, com a particularidade de este ano a Taça da Madeira homenagear João Sousa, que muito ajudou João Vairinhos nas primeiras participações desta competição, quando era o único piloto do continente a estar presente…

Porém, este ano João Vairinhos, não vai ser o único piloto do continente a participar na Taça da Madeira João Sousa, já que são 15 pilotos do continente, que o acompanham nesta festa anual da modalidade na Madeira.

A Taça da Madeira, sempre foi a prova preferida do piloto de Lisboa, mas, contudo, este ano vai ter várias e maiores dificuldades, como é a de estar sem competir á precisamente dois anos, de se estrear numa nova categoria que é a DD2 (a classe rainha) bem como conduzir também pela primeira vez um chassi da marca Kosmic, da equipa Paulo Pita Racing Team, nesta espetacular categoria, por serem karts com mudanças, que torna a situação ainda mais difícil.

Ontem á chegada á Madeira, João Vairinhos reconheceu estar muito feliz por mais uma vez participar na Taça da Madeira.

“Tenho sempre um gosto muito especial em vir correr na Madeira e poder contribuir para esta fantástica festa do karting proporcionada pela Associação de Karting da Madeira.

Principalmente este ano, porque além de esta prova ser a mais importante do ano aqui no arquipélago, vai homenagear o João Sousa que sempre muito me ajudou em todos os sentidos e que infelizmente já não está fisicamente entre nós.

Visto que este evento é o que mais gosto, e onde sou sempre muito acarinhado por todos, faço questão de participar também pelo fantástico ambiente de convívio, que se vive durante todos estes quatro dias.

Entretanto, estou certo de que vai ser uma prova muito difícil para mim, pois é a primeira vez que estou a andar com este kart, que é muito diferente do Praga e depois temos uma lista de inscritos de luxo, recheada de grandes pilotos. Mas mesmo assim com as normais limitações, tudo irei fazer para lutar pela vitória, já que nas duas últimas edições da Taça da Madeira fiquei em 2º em 2018 e 3º em 2019.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.