Com mais um Pódio, Ramos e Chaves garantem o título na Pro-AM Global

0
  • Fantástica performance de Ramos e Chaves em Barcelona, garantem o título na Pro-AM Global e para além disso ainda conseguem a pontuação necessária para que a Barwell Motorsport vencesse a Classificação de Equipas.

Duas semanas depois de conseguirem o título na Sprint Cup, Miguel Ramos e Henrique Chaves garantiram esta tarde o título da Pro-AM Global e o título de equipas para a Barwell Motorsport. Uma corrida perfeita na qual se mantiveram longe das confusões, mas suficientemente perto dos lugares que garantiriam os pontos necessários para conquistar os Troféus ainda em aberto. Apenas um pequeno susto quando o terceiro elemento da equipa nesta prova de Endurance, o Suiço – Adrian Amstutz, foi ainda na primeira parte da corrida “empurrado” para uma das escapatórias, mas felizmente sem danos que provocassem atrasos ao Lamborghini #77. O stint de Ramos foi muito rápido e sempre envolvido com os líderes da corridas, com bastantes trocas de posições, mas sempre a altíssimo nível. Para a terceira parte da corrida, entrou Henrique Chaves que num turno de total ataque, terminou em 2º encostado ao Mercedes #20, seus principais adversários na disputa pela Pro-AM Global.

Para Miguel Ramos, “O nosso objetivo era o Campeonato Global, O Campeonato Sprint e o Campeonato Endurance, para além do título global de equipas. Foi um excelente ano em que vencemos a Sprint, e na Endurance ficamos em segundo, mas cereja no topo do bolo, foi a soma das duas classificações ter garantido o título global. Sem uma equipa a funcionar como a Barwell funcionou ao longo do ano, seria impossível para nós vencer fosse o que fosse. Foi um ano muito duro, com momentos muito difíceis, mas nunca ninguém na equipa perdeu o rumo, nem sentimos o mínimo de desânimo. Sempre acreditamos que poderíamos vencer e hoje ao fechar a temporada com três títulos, só posso dizer que ganhamos mais do que sinceramente pensava ser possível. O Henrique esteve mais uma vez perfeito e a ajuda do Leo e do Adrian, nas corridas de Endurance, foi o garante do sucesso. Agora é o slow-down natural do defeso e pensar no que queremos fazer para o ano”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.