João Braga com duplo triunfo no Estoril

0

A segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade 1300 realizou-se esta tarde no Autódromo do Estoril englobada no ACDME Race Weekend e conheceu muita animação na luta pelos lugares secundários, pois João Braga (Datsun 1200) repetiu a vitória da primeira corrida. Mas desta feita sem necessitar de recuperações.

Tiago Fino Vitorino não se apresentou nesta segunda corrida depois do Mini 1275 GT ter abandonado na primeira manga com problemas mecânicos e o mesmo aconteceu com Rui Silva (Fiat Punto 85) piloto do Desafio ANPAC.

Saindo da “pole position”, João Braga não teve muita dificuldade em ficar com o comando da prova, até porque um desentendimento entre o Citroen AX de Luís Mendes e o Datsun 1200 Deluxe de Paulo Antunes, atrasou o primeiro na luta pela vitória.

A partir daqui, João Braga foi gerindo a mecânica do seu Datsun 1200 e Luís Mendes entrou em modo de recuperação. Primeiro deixou para trás Carlos Barbosa da Cruz, já a sentir algumas dificuldades com o motor do seu Datsun 1200 e, depois, o Toyota Starlet 1.3 de Paulo Mendes.

O piloto do Citroen AX instalou-se no segundo lugar e na parte final lançou pressão sobre o líder. João Braga ainda falhou uma travagem, mas recompôs-se e, sem cometer o menor erro até final, anulou qualquer veleidade de Luís Mendes em chegar à vitória.

Entretanto, o Autódromo do Estoril começava a ceifar mecânicas. David Vieira (Fiat Punto 85) não fez mais de seis voltas, Paulo Spínola (Fiat 127) ficou pelo caminho após duas voltas, tendo o Datsun 1000 de Veloso Amaral deixado o seu piloto apeado após quatro voltas.

O MG Metro de Paulo e Miguel Miguel também ficou parado na escapatória da entrada na curva da Orelha e, finalmente, no mesmo local ficou o Datsun 1200 de Carlos Barbosa da Cruz com o motor partido.

No Desafio ANPAC, a receita foi a de sempre: lutas intensas, mas sempre justas e com respeito de parte a parte que resulta em espetáculo para quem está a assistir. E o vencedor, Manuel Alves, terminou num excelente 5º lugar à geral.

Contas feitas, João Braga ganhou a corrida e entre os H75, enquanto que o pódio foi completado por Luís Mendes (Citroen AX) e Paulo Mendes (Toyota Starlet), primeiro e segundo entre os Legends.

Paulo Antunes levou o seu Datsun 1200 Deluxe ao quarto lugar da geral e primeiro entre os H71, enquanto que na Taça Mil a vitória foi para Carlos Aniceto ao volante de um Austin Mini Cooper. Entre os concorrentes ao Desafio ANPAC, vitória para Manuel Alves, seguido de António Areal, ambos em Fiat Punto 85. Depois ficaram Jorge Silva (Toyota Starlet), Luis Gachinheiro (Fiat Punto 85), Tiago Silva (Toyota Starlet), Miguel Barbosa (Toyota Starlet) e Lucas Vieira (Fiat Punto 85).

O Campeonato de Portugal de Velocidade 1300 está de regresso à atividade nos dias 29 a 31 de outubro no Autódromo Internacional do Algarve.

João Braga ganha corrida muito animada com uma recuperação espetacular

Integrada no ACDME Race Weekend que se realiza este fim de semana no Autódromo do Estoril, realizou-se mais uma jornada do Campeonato de Portugal de Velocidade 1300. Tal como sucedeu em Braga, foi autorizada a presença de público nas bancadas do Circuito do Estoril, algo possível apenas devido ao rigoroso cumprimento das normas de segurança sanitária da Direção Geral de Saúde por parte da ANPAC e dos organizadores, o ACDME.

Algumas ausências faca ao plantel que esteve no Circuito Vasco Sameiro, não impediram que a corrida dos 1300 fosse das mais entretidas da jornada matinal dedicada às provas realizadas sobre a égide da ANPAC.

Tiago Fino Vitorino voltou a não ser feliz e a “pole position” não foi capitalizada em vitória, uma vez mais porque a fiabilidade do “jovem” Mini 1275 GT não quis ajudar o piloto de Leiria. Foi o primeiro líder, mas volvidas duas voltas, o carro britânico perdeu andamento e assumiu a liderança Carlos Cruz (Datsun 1200).

Que a perdeu na volta seguinte para João Braga (Datsun 1200) que se manteve no comando até á sétima volta quando fez um pião à saída da parabólica interior. Assumiu a liderança o Citroen AX de Luís Mendes. Caindo para o 4º lugar, João Braga arregaçou nas mangas e encetou recuperação fantástica até reassumir a liderança na 9ª volta, passando por Carlos Cruz e por Luís Mendes.

Estava decidida a corrida, com João Braga a ganhar à geral e nos H75, secundado por Carlos Cruz à geral e na categoria, ambos ao volante do Datsun 1200. O pódio ficou fechado com o Citroen AX de Luís Mendes, vencedor entre os Legends, na frente do Toyota Starlet 1.3 de Paulo Mendes, do Peugeot 106 Rally de Cláudio Pereira e o MG Metro de Paulo e Miguel Miguel.

Nos H71, o Datsun 1200 Deluxe de Francisco Cardoso foi o vencedor enquanto que nos H71 1000, Paulo Spínola ganhou com o Fiat 127, seguido de Carlos Maciel (Austin Mini Cooper) e Veloso Amaral (Datsun 1000). Nos Legend com motores até 1000 c.c., Abel Marques venceu com o Autobianchi A112).

Finalmente, no aguerrido Desafio ANPAC, Manuel Alves levou a melhor sobre António Areal e David Vieira, todos ao volante do Fiat Punto 85, no final de uma corrida espetacular entre os Punto, que monopolizaram o Top5 da corrida da categoria, com Tiago Santos e Marco Moura. Miguel Barbosa (Toyota Starlet) e Rui Silva (Fiat Punto 85) fecharam as contas do Desafio ANPAC.

A segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade 1300, será realizada às 17h50, uma vez mais com transmissão em direto no Facebook da ANPAC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.