TOYOTA confirma quatro Hilux e nova TOYOTA GR DKR HILUX T1+ para o Dakar 2022

0

A TOYOTA GAZOO Racing (TGR) acaba de confirmar a sua presença na 44ª edição do rali Dakar com quatro Hilux. Esta edição que terá lugar a partir de 2 de janeiro de 2022 na Arábia Saudita, terá, tal como em 2021, a equipa liderada por Nasser Al-Attiyah e pelo navegador Mathieu Baumel, bem como por Giniel de Villiers e o seu navegador Dennis Murphy; após a estreia em 2021, Henk Lategan e Brett Cummings voltam a competir aos comandos da pick-up da Toyota; Por fim Shameer Variawa terá como navegador o Danie Stassen. A equipa irá também competir com uma novíssima Toyota GR DKR Hilux T1+, que está em conformidade com os regulamentos atualizados para a categoria T1. O protótipo ainda sem decoração e com acabamento em fibra de carbono, está a ser testado e desenvolvido para ser revelado oficialmente durante 2021.

A Toyota participa no Dakar desde 2012 e este ano compete novamente na icónica prova com 4 duplas com uma mistura de especialistas experientes na modalidade (Nasser e Giniel), e pilotos recém-chegados à disciplina com Henk que já provaram todo o seu potencial.

Desde que terminou em segundo na edição de 2021 da prova, os vencedores de 2019 O piloto qatari Nasser Al-Attiyah e o francês Mathieu conseguiram a vitória no Rali da Andaluzia; bem como na Baja de Aragón. A dupla, que venceu a Taça do Mundo da FIA em ralis Cross-Country por três vezes consecutivas, terá como objetivo acrescentar uma quarta vitória no Dakar 2022 ao seu currículo. Giniel e Dennis, ambos da África do Sul, competiram com sucesso no Cross-Country Series da África do Sul (SACCS), que também serve como banco de ensaio para o desenvolvimento contínuo da Toyota Hilux para o Dakar.

Apesar de um acidente na Etapa 5 do Dakar 2021 ter forçando os sul-africanos Henk e Brett a desistirem da prova os seus tempos nas Etapas 3 e 4 mostraram como eram competitivos, e estarão ansiosos por mostrar o seu ritmo na prova de 2022. A estreia de Henk no Dakar 2021 atraiu atenção mundial. No entanto, o jovem condutor de Joanesburgo é uma escolha natural uma vez que já venceu a SACCS várias vezes, e procura novos desafios na modalidade.

Finalmente, Shameer e Danie, também da África do Sul, irão completar a equipa de quatro Hilux. Shameer, que ganhou vários campeonatos na África do Sul, terminou o seu primeiro Dakar em 2021, mas terá agora Danie como navegador, que apesar de se estrear no Dakar já é o navegador de Shameer no SACCS.

Seguindo a filosofia da TOYOTA GAZOO Racing de “fazer carros cada vez melhores”, a equipa continuou a refinar a Hilux e a última iteração está preparada para o próximo Dakar. A TOYOTA GAZOO Racing continuará a abraçar os desafios colocados pelas estradas do mundo para desenvolver modelos de produção em série, cada vez melhores. A Hilux de estrada é um bom exemplo da durabilidade e robustez adquiridas no Dakar.

Para 2022, a TGR está a desenvolver uma nova versão do Toyota Dakar Hilux, com base nas mais recentes regras. O novo Toyota GR DKR Hilux T1+ irá partilhar componentes com a comprovada Toyota Hilux de competição, que foi introduzida pela primeira vez em 2018, e venceu em 2019, mas irá apresentar uma série de diferenças, começando pelos pneus de 37 polegadas, anteriormente 32 polegadas; juntamente com um aumento da largura das vias de 245mm para 320mm. A nova Hilux também conta com um curso de suspensão maior que passa dos anteriores 280mm, para 350mm.

Sob o capot, está agora um motor V6 a gasolina de 3,5 litros com dois turbos, proveniente do novíssimo Toyota Land Cruiser 300. De série, o motor produz 305 kW de potência a 5.200 rpm e 650 Nm de binário a partir de 2.000 rpm. No entanto, na corrida, esses números são significativamente mais elevados.

Com o TOYOTA GAZOO Racing do WEC e as equipas do WRC a acumularem vitórias históricas nas suas disciplinas, todos os olhares estarão virados para a mais recente Toyota Hilux quando for apresentada no final de 2021. Com a equipa do WEC a competir em pista, e a equipa do WRC nos ralis, a equipa de rally-raid é uma força a ter em conta numa das provas de desporto motorizado mais emblemáticas do mundo – o Dakar.

O Dakar 2022 terá novamente a sua base no deserto da Arábia Saudita, embora a corrida siga desta vez no sentido contrário. A corrida terá início a 2 de Janeiro na cidade de Ha’il, a norte, antes de atravessar para sul. O dia de descanso será na capital saudita de Riade a 8 de Janeiro, antes de seguir para sudoeste e terminar em Jeddah a 14 de Janeiro.

A prova irá começar com um prólogo para determinar as posições no arranque para a Etapa 1. A rota final do Dakar 2022 ainda não foi anunciada, mas espera-se que o terreno seja semelhante ao encontrado em 2020 e 2021 com muitas dunas e terreno rochoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.