Chuva condiciona primeiro dia de Miguel Oliveira em Misano

0

O piloto português viu o seu dia de trabalho afetado pela chuva que caiu na parte final da primeira sessão e na segunda. Maverick Viñales (Aprilia) foi o mais rápido.

O português Miguel Oliveira (KTM) terminou esta sexta-feira na 22.ª posição o primeiro dia de treinos livres para o Grande Prémio de São Marino de MotoGP do Campeonato do Mundo de Velocidade em motociclismo.

O piloto português viu o seu dia de trabalho afetado pela chuva que caiu na parte final da primeira sessão e na segunda, terminando com o tempo de 1.34,026 minutos, a 1,360 segundos do mais rápido do dia, o espanhol Maverick Viñales (Aprilia).

A primeira sessão do dia teve início com a pista ainda seca, pelo que os pilotos começaram por montar os pneus médios, deixando os macios (mais rápidos) para o final da sessão.

O espanhol Joan Mir (Suzuki) foi um dos primeiros líderes, sendo destronado pelo compatriota Viñales, agora com a Aprilia, depois de ter sido despedido da Yamaha no final de agosto.

A cerca de 12 minutos do final da sessão, um aguaceiro que se transformou em dilúvio obrigou os pilotos a regressarem às boxes.

A sessão da tarde já foi disputada com o piso molhado, o que provocou algumas quedas, como a do espanhol Iker Lecuona (KTM), que saiu a coxear.

Nesta, Miguel Oliveira foi o sexto mais rápido, a 1,137 segundos do francês Johan Zarco (Ducati), mas o facto de a sessão ter sido disputada com o piso molhado fez com que os pilotos não melhorassem os seus tempos, com o português a ser nove segundos mais lento do que de manhã.

Assim, no cômputo do dia, Oliveira é 22.º, enquanto a tabela é liderada por Maverick Viñales, com 0,080 segundos de vantagem sobre Joan Mir e 0,135 sobre o italiano Francesco Bagnaia (Ducati).

Nota ainda para o regresso do italiano Andrea Dovizioso (Yamaha), como companheiro de equipa de Valentino Rossi na Petronas, tendo realizado o pior tempo do dia.

O italiano Franco Morbidelli, que regressa após lesão, assumiu já o seu lugar na Yamaha oficial, no lugar que era de Viñales, deixando a Petronas onde esteve nos últimos anos.

Os treinos livres prosseguem no sábado, com mais duas sessões, seguindo-se a qualificação para a corrida de domingo, a 14.ª da temporada.

Fonte: Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.