Miguel Oliveira aponta a uma boa corrida em Aragón

0

Foi debaixo de elevadas temperaturas e num ritmo infernal que Miguel Oliveira enfrentou hoje a qualificação para o GP de Aragón em Espanha. Aos comandos da sua KTM RC16 o piloto de Almada assegurou a 18ª posição na grelha de partida para aquela que é a 13ª prova do campeonato do mundo 2021.

Depois de ter sido 13º na FP3, a apenas 463 milésimas da melhor volta – uma sessão onde melhorou quase um segundo e meio face ao dia anterior – foi com uma diferença semelhante que fechou a Q1 para ser desta feita oitavo sem conseguir passar para a desejada Q2 e ocupando desta forma a 18ª posição na grelha de partida para a corrida a realizar amanhã. Em 2020 na primeira corrida aqui realizada Miguel Oliveira foi igualmente o 18º na qualificação, com 1m48.431s, sendo que o 1m47.750s agora conseguido voltou a valer a mesma posição.

‘Foi uma qualificação um pouco estranha. Depois das boas sensações na quarta sessão de treinos livres encontrámos algumas dificuldades com os pneus novos, uma vibração muito estranha com origem nos pneus ou na moto não permitiu ir mais rápido. Mas estou contente com o trabalho feito até agora, a corrida será longa e acredito que temos oportunidade de alcançar muitos pontos.’

No final de um dia quente e difícil Miguel Oliveira encara com optimismo a corrida a realizar este Domingo. Os bons registos por volta conseguidos na quarta sessão de treinos livres revelam ritmo de corrida, que é agora o foco de toda a equipa e de Miguel Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.