Gonçalo Capote no pódio da MiniVelocidade em Évora

0

O Kartódromo de Évora acolheu no passado fim-de-semana a segunda ronda do troféu de iniciação MiniVelocidade, onde uma vez mais o Team Dias marcou presença na competitiva grelha de Moto5 com o seu “pupilo”, Gonçalo Capote. Duas sessões de treinos, uma de livres e uma de cronometrados, com a duração de 15 minutos cada, compunham a parte da manhã, com duas corridas de 11 minutos + 2 voltas aos 908m metros do traçado alentejano.

Domingo o dia de evento arrancou com a sessão de treinos livres, com o piloto de Cascais a colocar a sua MIR na terceira posição da tabela de tempos. Pouco depois seria a altura de disputar a sessão de qualificação, onde Capote assinou o segundo melhor tempo na grelha de partida, a 0.3s do piloto mais rápido. As duas corridas disputadas no período da tarde viriam a brindar piloto e equipa com sortes distintas.

Na primeira corrida, Gonçalo manteve a segunda poisção exercendo alguma pressão sobre o líder, durante grande parte dos minutos de prova, finalizando a corrida no segundo posto a 4.4s do vencedor. A segunda corrida viria a ser uma réplica da primeira, com Capote a seguir muito perto do seu adversário, mantendo porém, mais pressão e menos tempo de atraso. Mas seria sol de pouca dura, quando à terceira volta, não conseguiu evitar uma queda, descendo até à quinta posição final.

Depois da passagem pelo Bombarral, onde Capote saiu com a terceira posição, em Évora repetiu as pontuações e a posição final, a mesma que ocupa na tabela de classificações, com um ponto de atraso para o segundo classificado e 18 para o líder da classe. Depois da prova de MiniVelocidade, O Team Dias já prepara a sua participação na penúltima jornada de 2021 do Campeonato Nacional de Velocidade, a disputar no próximo fim-de-semana no Circuito do Estoril.

Gonçalo Capote #76
“O fim-de-semana correu bem, num local onde costumo rodar bastante em treinos. No primeiro treino livre senti algumas dificuldades com os travões, o que me forçou a parar nas boxes, acabando na terceira posição. Na qualificação a moto estava melhor e consegui melhorar o meu tempo, subindo um lugar na grelha. A primeira corrida também correu bem, tentei lutar pela vitória mas não consegui manter o ritmo e acabei na segunda posição. Voltei a arrancar bem na segunda corrida e consegui estar mais perto do líder, mas na terceira volta sofri uma queda. Recuperei até à quinta posição e no global fizemos o terceiro lugar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.