Mercado de Ciclomotores, Motociclos, Triciclos e Quadriciclos cai em Portugal

0

Em Março de 2021, o mercado dos representantes oficiais de marca a operar em Portugal, de veículos novos de duas rodas, triciclos e quadriciclos, registou um crescimento de 59,8 por cento face a igual mês do ano anterior, tendo sido matriculadas 3.015 unidades. Todavia, comparando este mês de 2021 com o mesmo mês de 2019, o aumento é de 16,2 por cento.

Em termos acumulados, no primeiro trimestre de 2021, foram matriculados 6.385 veículos em Portugal, o que correspondeu a um decréscimo homólogo do número de unidades matriculadas de 0,9 por cento. Contudo, comparando os resultados de 2021 com o último ano pré-pandémico, 2019, a queda registada é de 3,9 por cento.

Numa análise individualizada pelos principais tipos de veículos, no período referido, observou-se o seguinte:

  1. Ciclomotores
    O mercado de ciclomotores novos matriculados pelos representantes oficiais das marcas totalizou 148 unidades em Março de 2021, tendo apresentado uma variação positiva de 59,1 por cento face ao mês homólogo de 2020. Em comparação com 2019, o aumento registado nesta categoria é de 7,2 por cento.
    Lisboa, 5 de Abril 2021

    Em termos acumulados, nos três meses de 2021, foram matriculados 357 ciclomotores, o que se traduziu num aumento de 4,7 por cento relativamente a igual período do ano anterior, porém regista-se uma queda de 9,8 por cento face a igual período de 2019.
  2. Motociclos
    No mês de Março de 2021 foram matriculados em Portugal 2.771 motociclos, o que representou um aumento de 60,7 por cento face a igual mês de 2020 e de 16,8 por cento face a igual mês de 2019.

    Em termos acumulados, de Janeiro a Março de 2021, o número de unidades matriculadas decresceu 0,4 por cento face ao período homólogo do ano anterior, tendo sido colocados em circulação 5.780 novos motociclos. Em comparação com o primeiro trimestre de 2019 a queda registada é de 2,5 por cento.

    Os motociclos de cilindrada até 125 cm3 registaram, em Março de 2021, um total de 1.499 unidades matriculadas em Portugal, o que representou um acréscimo de 78,2 por cento face ao mês homólogo de 2020 e de 37,8 por cento face ao mesmo mês de 2019.

    Quanto ao número acumulado de motociclos até 125 cm3 matriculados no primeiro trimestre de 2021, este situou-se em 2.876 unidades, o que representou um aumento de 6,8 por cento face a igual período do ano anterior e de 5,6 por cento face ao mesmo período de 2019.

    Os motociclos de cilindrada superior a 125 cm3 colocados em circulação pela primeira vez em Portugal registaram, no mês de Março de 2021, um total de 1.272 unidades, o que representou um acréscimo de 44,1 por cento face ao mês homólogo de 2020. Contudo, comparando com Março de 2019, o mercado regista uma queda de 1,0 por cento.

    Em termos acumulados, de Janeiro a Março de 2021, as matrículas deste tipo de veículos totalizaram 2.904 unidades, o que se traduziu numa queda de 6,6 por cento em relação ao período homólogo de 2020 e de 9,3 por cento em relação ao período homologo de 2019.
  3. Triciclos
    Em Março de 2021, o mercado de triciclos registou uma variação positiva de 163,6 por cento face a igual mês do ano anterior, registando 29 unidades matriculadas.
    Em termos acumulados, nos três meses de 2021, foram matriculados 40 triciclos representando isto um aumento de 14,3 por cento face ao mesmo período do ano anterior.
  4. Quadriciclos
    O mercado de quadriciclos situou-se nas 67 unidades matriculadas em Março de 2021, o que representou um aumento de 13,6 por cento face a igual mês de 2021.
    Nos primeiros três meses de 2021 as matrículas de quadriciclos registaram uma queda de 21,5 por cento em relação ao período homólogo de 2021, tendo sido matriculados 208 quadriciclos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.