Henrique Chaves e Miguel Ramos no GT World Challenge

0

Henrique Chaves participará este ano no GT World Challenge Europe na Endurance Cup e na Sprint Cup, dando mais um passo em frente no mundo das competições de Grande Turismo, depois de em 2020 ter conquistado o título do International GT Open.

O jovem piloto de 23 anos tem vindo a evidenciar-se no exigente palco dos GT, tendo estado na luta pelas posições cimeiras desde que se estreou na categoria, em 2019, culminando na obtenção do Campeonato de Pilotos da temporada passada do International GT Open, na companhia de Miguel Ramos.

Em 2021, Henrique Chaves dará um passo em frente disputando a mais importante competição dedicada a carros de GT – o GT World Challenge Europe, participando na Sprint Cup e na Endurance Cup.

O carro escolhido será o Lamborghini Huracan GT3 preparado pela Barwell Motorsport, que será inscrito na classe Pro-Am.

Como colega de equipa para toda temporada, o piloto de Torres Vedras terá Miguel Ramos, com quem conquistou o ano passado o título do International GT Open, ao passo que Adrian Amstutz juntar-se-á à dupla portuguesa nas provas de endurance, excepto nas 24 Horas de Spa-Francorchamps.

Na clássica belga, e a mais importante corrida dedicada a corridas de GT, o duo lusitano terá a companhia de Leo Machitski.

Como seria de esperar, Henrique Chaves está entusiasmado com esta nova etapa da sua carreira em que poderá medir-se com os melhores pilotos de GT do mundo. “É fantástico poder dar este passo em frente e disputar o mais importante campeonato de GT do planeta. Mal posso esperar por me sentar dentro do Lamborghini o poder atacar frente a uma concorrência tão forte. Acredito que teremos uma equipa muito competitiva e quero agradecer aos meus patrocinadores e a todos o que tornaram possível este projecto”, afirmou o Campeão em título do International GT Open.

Apesar da elevada competitividade da competição, Henrique Chaves considera que estão reunidas as condições para lutar pelas posições cimeiras da classe Pro-Am. “Será uma temporada muito exigente, dado que o nível é muito elevado. Contudo, penso que eu e o Miguel, ajudados pelos nossos colegas de equipa e pela Barwell Motorsport, poderemos estar envolvidos na batalha pelos lugares do pódio, até porque o Lamborghini Huracan já mostrou ser um carro muito competitivo. Vamos ver, mas uma coisa posso assegurar, vamos dar o nosso melhor para podermos lutar pelo título”, concluiu o português.

A temporada do GT World Challenge Europe terá o seu início em Monza, nos dias 16 a 18 de Abril, estendendo-se ao longo de dez etapas, para terminar em Barcelona a 10 de Outubro. As míticas 24 Horas de Spa-Francorchamps serão realizadas entre os dias 29 de Julho e 1 de Agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.